Correio de Carajás

Alunos e pais vão às compras com a terceira recarga do vale-alimentação escolar

Foto: Eliseu Dias / Ascom Seduc
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O Governo do Estado liberou, nesta quinta-feira (30), a terceira recarga do cartão de vale-alimentação escolar. Milhares de alunos em todo o Estado aproveitaram este primeiro dia para garantir a compra dos alimentos. Nos supermercados de Belém a movimentação de estudantes e responsáveis foi intensa desde as primeiras horas da manhã.

A Roseane de Souza, de 25 anos, estuda na 2ª série do ensino médio, na Escola Estadual Frei Daniel, no Guamá. Para a aluna, as compras realizadas com o cartão nessas três etapas representam uma grande ajuda, já que ela está desempregada e a sobrevivência tem sido garantida apenas com trabalhos eventuais. No carrinho do supermercado ela levava o básico para garantir alimento na mesa pelos próximos dias. “Deu tudo certo. Esse cartão tem sido uma ajuda para mim e para os meus dois filhos”, afirma.

Foto: Eliseu Dias / Ascom Seduc

O vale-alimentação equivale a R$ 80 e deve ser utilizado na compra de alimentos ao aluno, mas para muitos deles o auxílio também se estende a toda a família. O estudante do ensino médio Daniel de Jesus, de 23 anos, comprou alimentos essenciais para ele e para a mãe e a irmã. “Eu trabalhava de garçon, mas com a pandemia o trabalho reduziu para apenas um dia na semana, então a alimentação da família ficou bem prejudicada. Se não fosse por esse cartão a situação estaria bem pior. Tá ajudando muito”, declarou o estudante.

Leia mais:

O vale-alimentação escolar é um auxílio concedido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), para garantir assistência alimentar aos alunos, em especial aos de família de baixa renda, durante a suspensão das aulas, ocasionada pela Covid-19.

O filho da Taiana Soares estuda na 7º série da Escola Estadual Paulino de Brito e é com a ajuda do cartão alimentar do governo que ele e os irmãos vão ter o lanche da semana reforçado. “Estou levando iogurte, biscoitos, frutas e sucos que são as coisas que eles mais gostam, e um pouco de carne também para reforçar o almoço”, detalha a mãe.

Foto: Eliseu Dias / Ascom Seduc

A aposentada Waldomira Pires levou a neta Ana Luiza dos Santos, aluna da Escola Rosa Gattorno, para escolher os itens alimentícios. Feliz em poder usufruir do auxílio pela terceira vez, a idosa agradeceu a ajuda governamental nesse período de pandemia. “Ficamos surpresos e felizes porque não imaginávamos que sem ela ir pra escola teríamos esse auxílio assegurado. Para as famílias que não têm tantas condições, ajuda muito”, comentou dona Waldomira.

A terceira recarga soma um investimento total de R$ 123 milhões assegurados pelo Tesouro estadual desde o mês de abril. Nesta etapa todos os 575 mil alunos da rede estadual de ensino estão sendo beneficiados. A recarga é automática e pode ser utilizada nos comércios credenciados em cada município. (Agência Pará)

Comentários

Mais

DJ Ivis pede perdão a Pamella Holanda em suposta carta lida pelo advogado do cantor

DJ Ivis pede perdão a Pamella Holanda em suposta carta lida pelo advogado do cantor

A cearense Pamella Holanda, vítima de agressões de DJ Ivis, revelou que o cantor enviou uma suposta carta, por meio do advogado, com um pedido de perdão.…
Rede estadual retoma aulas no início de agosto

Rede estadual retoma aulas no início de agosto

A redução do número de novos casos e de óbitos por Covid-19, bem como a adesão à vacinação contra o…
Clarice, a jovem que anda nua em Parauapebas, não está abandonada

Clarice, a jovem que anda nua em Parauapebas, não está abandonada

Uma cena comum em Parauapebas e que choca muita gente é a de uma mulher andando sem roupas pelas ruas…
Mãe pede ajuda para comprar cadeira de banho para o filho

Mãe pede ajuda para comprar cadeira de banho para o filho

Com grande parte do corpo atrofiado, conseguindo movimentar apenas uma das mãos e a cabeça, o jovem Handriw Rafael Vasconcelos…
Intervalo maior de doses da vacina Pfizer aumenta níveis de anticorpos

Intervalo maior de doses da vacina Pfizer aumenta níveis de anticorpos

Um intervalo maior entre as duas doses da vacina da Pfizer contra a covid-19 proporciona um nível maior de anticorpos…
Estudo: anticorpos de quem teve covid-19 não protegem contra variante

Estudo: anticorpos de quem teve covid-19 não protegem contra variante

Estudo internacional com participação de pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) revela um mecanismo que explica o motivo pelo…