Moradores protestaram em Jacundá contra a transferência de estudantes
Ads

Uma manifestação de moradores do Bairro Alto Paraíso e Residencial Arraias, em Jacundá, contra o fechamento de uma escola municipal, resultou na tentativa de incêndio de duas pontes que ligam as comunidades ao centro da cidade. O fato ocorreu nesta terça-feira, dia 13 de agosto.

Ads

A moradora Francisca dos Santos disse à Reportagem que o protesto foi organizado pelos próprios residentes nos bairros, que estão insatisfeitos com o fechamento da escola do ensino fundamental Maria da Glória Rodrigues Paixão e a transferência de alunos para outras unidades de ensino. “E o pior de tudo é que o transporte escolar foi cortado. Com isso, meu filho tem de andar mais de três quilômetros pra chegar à escola”, lamentou.

O protesto foi motivado depois de uma alteração na transferência dos mais de 650 alunos da antiga escola. “Disseram que nossos filhos seriam matriculados nas escolas Caminho para o Futuro, Cristo Rei, João Pinheiro e Raimundo Ribeiro. Agora, somente no Colégio Cristo Rei, que fica muito longe do Residencial Arraias”, reclamou Francisca dos Santos.

A Reportagem apurou que o fechamento da escola, ocorrido no início deste mês, foi uma “medida tomada em decorrência de ajustes na folha de pagamento de servidores, redução de gastos com aluguéis, lotação de servidores e redução no número de alunos do município nos últimos anos. Fatos estes constatados por uma comissão de estudos formada por servidores, pais e representantes do Sintepp”, disse uma fonte ligada à Semed.

Duas pontes sofreram tentativa de incêndio. Apesar do susto de condutores de veículos, uma guarnição da Polícia Militar controlou as chamas e desbloqueou a via. A Prefeitura de Jacundá ainda não se manifestou sobre o episódio. (Antonio Barroso)

Ads