Correio de Carajás

Advogados de Parauapebas se destacam em concurso de poesia

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no Pará, realizou o primeiro concurso de poesia da categoria. Dos cinco advogados de Parauapebas que se inscreveram, três receberam premiação em uma cerimônia realizada na sede da entidade, em Belém. Na terça-feira (4), os advogados da cidade se reuniram para celebrar essa conquista

Para Ana Claudia Bentes, que além de advogada é professora de literatura, participar do evento que teve 80 inscritos em todo o estado foi uma grande alegria: “O incentivo a arte é muito importante para nós, advogados, pois além do dia a dia corrido, temos a oportunidade de enfatizar algo tão importante” relata.

Outro destaque foi Emanuel Augusto que teve a poesia inscrita inspirada no cotidiano dos parauapebenses: “A nossa vida é poesia. Os desafios que enfrentamos mesmo com tantas coisas que o mundo nos traz e nos carrega. Acredito que o caminho da cultura pode nos levar a ter uma vida mais leve”, afirma.

Leia mais:

O objetivo do Primeiro Concurso de Poesia da OAB-Pará foi justamente reforçar a importância de fomentar a literatura e a cultura entre os advogados. A celebração em Parauapebas contou com a presença da vice-presidente da Academia Parauapebense de Letras, Terezinha Guimarães que elogiou a iniciativa da Ordem dos Advogados: “Falar da literatura é maravilhoso. Devemos levar às escolas e às outras entidades e fazer com que a cultura literária faça parte de nossa rotina, dessa forma poderemos enriquecer ainda mais todos os níveis da sociedade”. (Camila Ferreira)

 

Fotos: Wanderson Brito / OAB

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no Pará, realizou o primeiro concurso de poesia da categoria. Dos cinco advogados de Parauapebas que se inscreveram, três receberam premiação em uma cerimônia realizada na sede da entidade, em Belém. Na terça-feira (4), os advogados da cidade se reuniram para celebrar essa conquista

Para Ana Claudia Bentes, que além de advogada é professora de literatura, participar do evento que teve 80 inscritos em todo o estado foi uma grande alegria: “O incentivo a arte é muito importante para nós, advogados, pois além do dia a dia corrido, temos a oportunidade de enfatizar algo tão importante” relata.

Outro destaque foi Emanuel Augusto que teve a poesia inscrita inspirada no cotidiano dos parauapebenses: “A nossa vida é poesia. Os desafios que enfrentamos mesmo com tantas coisas que o mundo nos traz e nos carrega. Acredito que o caminho da cultura pode nos levar a ter uma vida mais leve”, afirma.

O objetivo do Primeiro Concurso de Poesia da OAB-Pará foi justamente reforçar a importância de fomentar a literatura e a cultura entre os advogados. A celebração em Parauapebas contou com a presença da vice-presidente da Academia Parauapebense de Letras, Terezinha Guimarães que elogiou a iniciativa da Ordem dos Advogados: “Falar da literatura é maravilhoso. Devemos levar às escolas e às outras entidades e fazer com que a cultura literária faça parte de nossa rotina, dessa forma poderemos enriquecer ainda mais todos os níveis da sociedade”. (Camila Ferreira)

 

Fotos: Wanderson Brito / OAB

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.