Correio de Carajás

Acusada de execuções em Timon é presa em Marabá

Joyce Ellen, de 15 anos, e Maria Eduarda, de 17, cavaram a própria cova onde foram enterradas

DUPLO ASSASSINATO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O crime teve ampla repercussão, porque as duas adolescentes foram filmadas cavando a própria cova na qual seriam enterradas depois de executadas a tiros

Foi presa esta semana em Marabá uma mulher envolvida no assassinato de duas adolescentes no município de Timon (MA). O caso ganhou ampla repercussão porque as vítimas foram filmadas cavando a própria cova, instantes antes de serem executadas. Com a prisão da mulher em Marabá, o caso está praticamente solucionado.

Por telefone, o delegado Vinícius Cardoso, diretor da 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, confirmou que uma equipe da Divisão de Homicídios de Timon veio a Marabá e pediu apoio da Polícia Civil local para ceder um investigador que conhecesse a região para auxiliar na captura da foragida, o que foi prontamente atendido e a missão teve êxito.

Com a prisão destra mulher – cuja identidade não foi revelada – a Polícia Civil do Maranhão chega a seis prisões de um total de 10 pessoas envolvidas nas mortes das adolescentes Joyce Ellen, de 15 anos, e Maria Eduarda, de 17. O duplo assassinato ocorreu no dia 21 de março, no bairro Parque Aliança.

Leia mais:
Nessa outra imagem, elas aparecem bastante ensanguentadas, um pouco antes do fim

De acordo com sites de notícias sediados nos Estados do Maranhão e do Piauí, o delegado Antônio Valente, responsável pelas investigações, confirmou que todas as seis pessoas presas até o momento são mulheres, e as outras quatro que ainda não foram capturadas já são consideradas foragidas da Justiça.

As duas jovens foram assassinadas porque teriam contrariado interesses de uma facção criminosa que domina o tráfico na região, embora não exista nenhuma prova de que as vítimas tinham ligação com as facções.

Embora fique no Maranhão, Timon faz fronteira com Teresina, capital do Piauí. As duas cidades ficam separadas apenas pelo rio Paranaíba, como se fosse a Cidade Nova e a Nova Marabá. Inclusive há linhas regulares de ônibus urbanos entre os dois Estados. Isso explica o fato de as duas vítimas morarem em Teresina e terem sido mortas em Timon.

Além da prisão em Marabá, outras acusadas foram presas na cidade de Uruçuí, que fica no próprio Estado do Piauí, e no município de Carlos Barbosa, no distante Rio Grande do Sul. (Chagas Filho)

 

Comentários

Mais

PRF apreende 50m³ de madeira transportada ilegalmente

PRF apreende 50m³ de madeira transportada ilegalmente

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 50m³ de madeira sendo transportada de maneira ilegal no km 323 da rodovia BR-155, em Marabá,…
Caminhonete roubada no Pebas é achada em Xinguara

Caminhonete roubada no Pebas é achada em Xinguara

Uma caminhonete que havia sido roubada em Parauapebas, no sudeste paraense, foi encontrada nesta segunda-feira, 20, pela Polícia Militar, em…
Homem sofre atentado a bala na porta de casa

Homem sofre atentado a bala na porta de casa

A Polícia Civil de Novo Repartimento investiga uma tentativa de homicídio contra Carlindo Mendes Sobrinho, de 55 anos, vítima de…
Fim de semana com 5 casos de violência doméstica em Marabá

Fim de semana com 5 casos de violência doméstica em Marabá

O município de Marabá registrou, em mais um final de semana, casos de violência contra a mulher. Os agressores estão…
Polícia apreende motores adulterados em desmanche

Polícia apreende motores adulterados em desmanche

Durante investigação sobre roubos e furtos de veículos em Marabá, policiais civis descobriram um galpão que estaria, supostamente, sendo usado…
Dois acidentes e um morto na PA-287

Dois acidentes e um morto na PA-287

Dois acidentes envolvendo veículos de grande porte ocorreram na Rodovia PA-287, entre Conceição do Araguaia e Redenção, no sul do…