Correio de Carajás

ACS de Marabá fazem manifestação reivindicando adicional de insalubridade

Os agentes se reuniram na Praça Duque de Caxias, na Marabá Pioneira / Fotos: Josseli Carvalho
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na manhã desta segunda-feira (8), um grupo de Agentes Comunitários de Saúde (ACS) se reuniram na Praça Duque de Caxias, no Núcleo Marabá Pioneira, para reivindicar o adicional de insalubridade. Segundo os agentes, esse auxílio foi retirado após uma empresa, contratada pela Prefeitura, determinar que não é necessário pagá-lo aos profissionais que fazem busca ativa de casa em casa.

A manifestação reuniu pouco mais de 20 ACS que se reuniram próximo ao local de atendimento da Policlínica Itinerante, com cartazes e todos protegidos com máscara.

Valdeane Souza Ribeiro, que é ACS, estava à frente da manifestação e explica que com a pandemia do coronavírus, os agentes estão expostos a mais insalubridade ainda. “Além do sol, nós visitamos diversos pacientes com doenças infecciosas, como hanseníase, tuberculose, e agora com covid-19”, argumenta.

Leia mais:
Valdeane explica que com a pandemia, muitos agentes se infectaram com o coronavírus, pois continuaram seus trabalhos normalmente

Sem revelar números, a ACS afirma que diversos profissionais da área se contaminaram com o vírus. “Mesmo após a pandemia começar, não paramos de desempenhar nossas funções, continuamos com os trabalhos de visita a domicílios. Como percorremos várias residências de todo município, ficamos na linha de frente, e muitos acabaram se contaminando com o vírus”, sustenta Valdeane.

Além do risco de se contaminarem, os ACS ainda acabam se tornando vetores do coronavírus, já que precisam visitar muitas residências e entrar em contato com várias pessoas ao longo do dia. “Muitos de nós moram com pessoas que fazem parte do grupo de risco, sejam pais idosos, ou uma pessoa que possui algum outro problema de saúde, como diabetes e hipertensão. Essas pessoas que vivem conosco acabam correndo o risco de se contaminarem também”, complementa Valdeane.

Sobre o percentual do adicional de insalubridade, Valdeane explica que antes os ACS recebiam 30%, mas o prefeito Tião Miranda optou por pagar apenas 20%. “Com a pesquisa feita por essa empresa, nós seremos retirados do adicional de insalubridade. Ficaremos sem receber”, lamenta a ACS.


PREFEITURA SE POSICIONA

O Portal Correio entrou em contato com a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Marabá, para entender a pesquisa sobre o percentual da insalubridade, o que ela leva em consideração e por que os ACS ficariam sem receber o adicional.

Em nota, foi apenas respondido o seguinte: “A empresa contratada para auditar o percentual de insalubridade, já fez a perícia em 80% dos funcionários, e houve uma interrupção na auditoria em função da pandemia. Assim que for terminado o processo, todos receberão a insalubridade devida e retroativa dentro das normas da lei. O prazo de término está sendo ainda definido pela empresa em função da suspensão das suas atividades neste período”. (Zeus Bandeira e Josseli Carvalho)

Comentários

Mais

Exposição excessiva de crianças em redes sociais pode causar danos

Exposição excessiva de crianças em redes sociais pode causar danos

A menina Alice, de 5 anos, ama tirar fotos e vídeos. Ela tem um perfil na rede social Instagram administrado…
Pará recebe mais 157.950 mil doses de vacina contra a Covid-19 neste sábado (25)

Pará recebe mais 157.950 mil doses de vacina contra a Covid-19 neste sábado (25)

O Pará recebeu, na madrugada deste sábado (25), a 89ª remessa de vacinas contra a Covid-19 com 157.950 doses da…
Carne e leite: Pará adere ao Sistema Brasileiro de Inspeção

Carne e leite: Pará adere ao Sistema Brasileiro de Inspeção

Nesta sexta-feira (24), o governador do estado, Helder Barbalho, entregou o Certificado de Adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de…
Marido denuncia que esposa teve útero e intestino perfurados no HMI

Marido denuncia que esposa teve útero e intestino perfurados no HMI

Nada menos que 18 entidades civis, a maioria de defesa da mulher e combate a violências, assinaram uma nota denunciando…
Pará registra 589.962 casos e 16.635 mortes pela Covid-19

Pará registra 589.962 casos e 16.635 mortes pela Covid-19

O Pará contabilizou mais 334 casos de Covid-19 e 5 mortes causada pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
Caixa lança nova versão do aplicativo Bolsa Família

Caixa lança nova versão do aplicativo Bolsa Família

Os beneficiários do Bolsa Família têm à disposição a nova versão do aplicativo do programa. A principal mudança consiste no…