Correio de Carajás

Acidente com ônibus em terra indígena deixa 17 feridos

Acidente com ônibus em terra indígena deixa 17 feridos
Ônibus capotou quase meia noite e foi parar na mata da reserva indígena Suruí, em São Geraldo do Araguaia
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Um acidente com um ônibus interestadual da empresa Real Maia deixou 17 pessoas feridas na madrugada desta quinta-feira (24). O Ônibus, que levava cerca de 30 passageiros, saiu de Parauapebas com destino a Palmas, em Tocantins e, segundo informações colhidas com algumas testemunhas, o motorista teria perdido o controle do veículo e tombado na pista.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente foi registrado no quilômetro 113 da BR-153, na Terra Indígena Suruí, próximo ao município de São Geraldo do Araguaia, e que não há registros de vítimas fatais. O veículo tombado permanecia na estrada até a manhã e vai passar por uma perícia para que sejam identificadas as causas do acidente.

Um dos cinco passageiros internados no HMM contou que o ônibus ameaçou sair da pista três vezes antes de capotar por volta de 23 horas de ontem.

Leia mais:

De acordo com informações da Ascom da Prefeitura de Marabá, após o acidente, parte das vítimas foi encaminhada para hospitais da cidade de Araguaína e outras receberam os primeiros socorros em um posto de saúde de São Geraldo. O restante dos passageiros foi transferido para o Hospital Municipal de Marabá (HMM), onde recebem atendimento. Ao todo, oito vítimas estão no HMM, sendo que três delas foram atendidas com lesões leves e liberadas em seguida. Outras cinco encontram-se internadas:     

Ulisses Jeferson Barros Rago, de 54 anos, apresenta dores na coluna cervical, está medicado, estável e aguardando tomografia para avaliação mais detalhada; Leandro César Costa, de 33 anos, apresenta dor na região do tórax e ombro, e aguarda a avaliação da ortopedia para análise de fratur. Está medicado e estável; Daniel da Silva Gomes, 42 anos, apresenta trauma de abdômem fechado, foi submetido à ultrasom e aguarda o laudo para tomada de providências com relação à possível cirurgia; Ana Jéssica Cirlene Barata da Silva, 32 anos, apresentou dores de cabeça e está em observação; Estéfany Dayane Vaz de Melo, 26 anos, apresentou dores no ombro e na coluna cervical. Está medicada, estável e aguardando o resultado dos exames.

A Reportagem do CORREIO telefonou para a empresa Real Maia, mas ninguém atendeu as ligações. (Bianca Levy)

Comentários

Mais

Defensores de empresários e advogado falam sobre prisões em Parauapebas

Defensores de empresários e advogado falam sobre prisões em Parauapebas

Os advogados Geovane Oliveira Junior e Abraunienes Faustino de Sousa concederam entrevistas na tarde desta quarta-feira (23) se posicionando sobre…
Empresários e advogado são presos por prostituição de adolescentes em Parauapebas

Empresários e advogado são presos por prostituição de adolescentes em Parauapebas

A Polícia Civil cumpriu mandados de prisão contra os empresários Mauro de Souza Davi, o Marola, que atua na promoção…
Homem é preso por porte ilegal de arma e tráfico de drogas

Homem é preso por porte ilegal de arma e tráfico de drogas

Um homem foi preso por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de entorpecentes em Redenção, sul do Estado.…
PM é recebida a tiros após desarticular ponto de drogas em Marabá

PM é recebida a tiros após desarticular ponto de drogas em Marabá

A Polícia Militar de Marabá foi recebida a tiros por suspeitos de tráfico de drogas no início da noite de…
Moedas do Brasil Império são apreendidas pela PF no Pará

Moedas do Brasil Império são apreendidas pela PF no Pará

A Polícia Federal apreendeu na manhã desta quarta-feira (23) moedas datadas da época do Brasil Império que foram encontradas por…
MP Eleitoral pede ao TSE cassação do senador Zequinha Marinho

MP Eleitoral pede ao TSE cassação do senador Zequinha Marinho

O Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral) recorreu nesta segunda-feira (21) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília (DF), contra decisão…