Correio de Carajás

Ação preventiva ajuda a reduzir acidentes de trânsito em Marabá

FOTO : ASCOM
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Por atender a maioria das vítimas de acidentes em estado grave na região, o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), localizado em Marabá, foi um dos pontos volantes da campanha promovida pelo Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano de Marabá (DMTU), com o objetivo de alertar a população sobre a necessidade de atenção nas estradas durante o Carnaval.

“No Hospital, a gente vê que os números não mentem. Há muitos leitos com vítimas de trânsito e, em muitos casos, os acidentes poderiam ser evitados”, afirmou o agente Rodolfo Costa. As principais causas de acidentes no trânsito em Marabá são falta de atenção, uso de celular ao volante, consumo de bebida alcoólica e trafegar sem equipamentos de segurança, como cinto e capacete.

Referência em trauma de média e alta complexidade, o HRSP atendeu 106 vítimas de acidentes de trânsito somente em janeiro de 2019, o equivalente a 21,5% do total de pacientes do mês.

Leia mais:

“Direção Viva” – A parceria com o DMTU também marcou a primeira edição, em 2019, do “Direção Viva: Você Consciente, Trânsito mais Seguro!” em Marabá, um programa contínuo de promoção de ações de educação em saúde, voltadas à conscientização sobre as sequelas de traumas por acidentes de trânsito. O programa é desenvolvido desde 2016 nas unidades públicas do Pará gerenciadas pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

“O ‘Direção Viva’ é uma estratégia que tem ajudado a diminuir os índices de acidente na região, junto com ações realizadas por outras instituições públicas e privadas. O programa é desenvolvido a partir de rodas de conversa, exposição, memorial, palestras e blitzes educativas, que abrangem usuários ambulatoriais, pacientes, acompanhantes, colaboradores e a comunidade em geral”, informou a analista de Humanização Flávia Fernandes, que atua no Hospital Regional de Marabá.

O autônomo Elismar Souza participou da ação enquanto aguardava a consulta com o cardiologista. “Achei muito positiva a orientação, porque mostra que coisas simples causam a maioria dos acidentes. Se amamos a nossa vida, precisamos estar atentos”, disse o usuário.

(Agência Pará)

Mais

Pará recebe mais uma remessa de doses de vacinas contra Covid-19

Pará recebe mais uma remessa de doses de vacinas contra Covid-19

O Pará recebeu, na tarde desta quinta-feira (6), a décima oitava remessa de vacinas contra a Covid-19. Foram enviadas pelo…
Marabá sedia encontro de promoção da igualdade racial

Marabá sedia encontro de promoção da igualdade racial

O município de Marabá sediou na tarde desta quarta-feira, 5, um encontro entre a Secretaria Nacional de Políticas de Promoção…
OMC faz apelo por negociações sobre patentes de vacinas da covid-19

OMC faz apelo por negociações sobre patentes de vacinas da covid-19

A chefe da Organização Mundial do Comércio (OMC), Ngozi Okonjo-Iweala, elogiou hoje (6) o posicionamento dos Estados Unidos a favor…
Ministério da Saúde libera 284 leitos de suporte ventilatório pulmonar

Ministério da Saúde libera 284 leitos de suporte ventilatório pulmonar

O Ministério da Saúde autorizou hoje (6) mais 284 leitos com suporte ventilatório pulmonar para tratamento de pacientes com quadro…
Colonos bloqueiam garagem da Secretaria de Obras de Parauapebas

Colonos bloqueiam garagem da Secretaria de Obras de Parauapebas

Uma manifestação promovida por colonos da Serra do Cedro, vilarejo localizado a 30 quilômetros de Parauapebas, bloqueou a garagem da…
Pará registra 480.129 casos de Covid-19 e 13.391 mortes

Pará registra 480.129 casos de Covid-19 e 13.391 mortes

O Pará registrou nesta quarta-feira (5) um total de 480.129 casos de Covid-19 e 13.391 mortes. De acordo com o…