Correio de Carajás

Ação da DECA resulta em 34 sem-terra indiciados

Sem-terra ouvem delegado Ivan, da DECA, sobre a necessidade de deixarem a ocupação da fazenda / Fotos: Divulgação
Sem-terra ouvem delegado Ivan, da DECA, sobre a necessidade de deixarem a ocupação da fazenda / Fotos: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Depois de dois dias de operação, equipe da Delegacia Especializada de Conflitos Agrários (DECA) de Marabá, sob o comando do delegado Ivan Pinto da Silva, autuou nada menos de 34 trabalhadores rurais sem-terra pelos crimes de esbulho possessório e desobediência. Noticiado pelo CORREIO, em primeira mão, o caso em questão diz respeito à ocupação da Fazenda Santa Clara, que fica dentro do município de Marabá, porém mais perto do perímetro urbano de Parauapebas.

Os indiciamentos foram por esbulho possessório porque os sem-terra ocuparam a fazenda e também por desobediência, porque havia ordem judicial para que permanecessem a pelo menos 1.500 metros da área.

A Delegacia de Conflitos Agrários auxiliou na retirada dos pertences das famílias

Em razão disso, os sem-terra foram levados para a delegacia de Parauapebas, onde prestaram depoimento durante toda a noite de quarta-feira, até quinta. Houve inda diligências realizadas desde a madrugada até o final da manhã, segundo informou o próprio delegado Ivan Silva.

Leia mais:

Depois de lavrar o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), contra os 34 sem-terra que participaram da nova ocupação à fazenda Santa Clara, a DECA acompanhou a retirada dos pertences dos sem-terra que estavam no interior da propriedade rural. “Os sem-terra continuam no Acampamento Boa Esperança, onde ficam baseados. Contudo, após a intervenção da DECA, todos que estavam na Fazenda Santa Clara deixaram a invasão”, explicou o delegado Ivan Pinto da Silva.

A ocupação foi desmobilizada e os sem-terra indiciados, após denúncia do fazendeiro

Entenda o caso

Conforme noticiado pelo CORREIO, o fazendeiro Hamilton Ribeiro disse que esta foi a quarta vez que os sem-terra entraram em suas terras e, por isso, ele se pediu socorro à DECA para retira-los de lá. Ainda segundo ele, as ocupações são sempre marcadas por depredação, saques e até mesmo tiros. “Já arrancaram a cerca várias vezes, matam gado, roubam mobílias da casa; tem umas 40 ocorrências (policiais); atiram na gente, já atiraram no vaqueiro”, denunciou.

Por outro lado, Amilson Abreu Cardoso, presidente da Associação de Moradores do Acampamento Boa Esperança, disse que os sem-terra só resolveram ocupar a fazenda porque estavam desesperados de fome e precisam plantar. “Nós estávamos sem ter onde plantar, sem ter o que comer, em estado de calamidade. Por isso decidimos vir pra cá pra plantar”, alegou.

ENTRE ASPAS

“Os sem-terra continuam no Acampamento Boa Esperança, onde ficam baseados. Contudo, após a intervenção da DECA, todos que estavam na Fazenda Santa Clara deixaram a invasão”, diz o delegado Ivan Silva, da DECA. (Chagas Filho)

Comentários

Mais

Semas apreende 700 quilos de pescado armas e animais silvestres em Tucuruí

Semas apreende 700 quilos de pescado armas e animais silvestres em Tucuruí

De 7 a 17 de julho a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará (Semas) participou de uma operação…
Servidores da Cadeia de Parauapebas dão trabalho para a Corregedoria

Servidores da Cadeia de Parauapebas dão trabalho para a Corregedoria

Uma série de supostas condutas irregulares por parte de servidores da Cadeia Pública de Parauapebas estão sendo investigadas pela Corregedoria-Geral…
Dois assaltantes morrem em troca de tiros com policiais de Morada Nova

Dois assaltantes morrem em troca de tiros com policiais de Morada Nova

Um homem identificado como Antônio Lemos da Silva e outro apenas pelo apelido de Neguinho morreram no Hospital Municipal de…
Apreendido com drogas, adolescente é suspeito de homicídio

Apreendido com drogas, adolescente é suspeito de homicídio

Um adolescente de 17 anos foi apreendido por tráfico de drogas na noite desta quinta-feira (17) no Bairro da Paz,…
Cão é amarrado a corrente e arrastado por moto; mulher vai para a delegacia

Cão é amarrado a corrente e arrastado por moto; mulher vai para a delegacia

Um cão adulto, que estava sendo arrastado por uma motocicleta em Redenção, sul do Estado, foi resgatado pela Polícia Militar.…
Foragido de SP é preso em Conceição do Araguaia após assaltar panificadora

Foragido de SP é preso em Conceição do Araguaia após assaltar panificadora

Um indivíduo considerado de alta periculosidade, foragido da Justiça do Estado de São Paulo, foi preso nesta quinta-feira, 17, em…