Correio de Carajás

Ação cobra que Anatel alerte pais sobre riscos da internet

Foto: reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

As Defensorias Públicas da União e do Pará ajuizaram Ação Civil Pública na Justiça Federal, em Belém, requerendo que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e as principais empresas de conexão e provimento a internet apresentem plano de divulgação e mídia sobre segurança na internet, que alerte pais e responsáveis sobre os riscos do uso abusivo de internet por crianças e adolescentes sem o devido monitoramento.

A ação pede que a Anatel, assim como as empresas Oi, Vivo e Claro, efetivem o plano nas suas plataformas de comercialização, num prazo de 30 dias sob pena de multa diária. Dados reunidos na ação demonstram que o uso de celular por pessoas acima de 10 anos aumentou em quase 150% desde 2005, que 85% dos jovens com idade entre 9 a 17 anos eram usuários de Internet em 2017, e que aqueles entre 13 e 25 anos eram os mais propensos a desenvolverem o vício no aparelho eletrônico.

Tantos jovens conectados poderiam aumentar casos de Cyber Bullying, Grooming, Sexting, e casos extremos como o Jogo da Baleia Azul, a Boneca Momo e o massacre de Suzano. “Constatou-se que o uso da internet por crianças e adolescentes sem o devido acompanhamento dos pais tem comprometido a formação e saúde, ocasionando distúrbios de humor, ansiedade, atenção e do sono, chegando ao ponto de que crianças têm se autoflagelado diante da incapacidade de se manter offline durante o período de aula”, afirma o texto da Ação Civil Pública (ACP).

Leia mais:

O documento também cita a “nomofobia” – transtorno de controle dos impulsos com um forte componente de ansiedade generalizada – como uma das consequências do abuso do uso de celular.

A ação cita que o Núcleo de Atendimento Especializado da Criança e do Adolescente, da Defensoria Pública do Estado, tem realizado palestras e campanhas em escolas e integrado a rede de proteção à criança e ao adolescente. Com esse acompanhamento, ficou registrado que muitas instituições relataram casos de jovens com psicopatia decorrente do uso excessivo de internet, principalmente móvel. Essa prática causa o aumento dos índices de evasão escolar.

O defensor público federal Raphael Soares e os defensores públicos do Estado Cássio Bitar, Carlos Eduardo Barros e Luis Carlos Lima, que assinam o documento, questionam por que a Anatel, sendo responsável por regular, fiscalizar e desenvolver telecomunicações no regime público, não informa seus consumidores dos riscos que seus produtos e serviços podem gerar. Segundo o Art. 9° do Código de Defesa do Consumidor (CDC), “o fornecedor de produtos e serviços potencialmente nocivos ou perigosos à saúde ou segurança deverá informar, de maneira ostensiva e adequada, a respeito da sua nocividade ou periculosidade”.

 A ação pede que a Justiça Federal estabeleça verba indenizatória não apenas para a vítima. Isso porque os danos causados pela omissão são imateriais e sociais, pois atingem a sociedade como um todo, prejudicando sua condição de vida, segurança, tranqüilidade e saúde. Por isso, além da apresentação do plano de divulgação, o documento também pede que cada empresa pague dano social de 5 milhões de reais.

A verba será destinada a projetos de pesquisa, divulgação e prevenção sobre os riscos do uso abusivo de internet móvel a crianças e adolescentes, assim como a iniciativas de tratamento psicológico para estes casos. Também será usada para fortalecer núcleos especializados na defesa do consumidor e do cidadão das Defensorias Públicas do Estado e da União. Em caso de descumprimento das demandas, a multa requisitada é de 100 mil reais diariamente. As Defensorias aguardam decisão da Justiça Federal. (Ascom/Defensoria da União/Defensoria Pública do Estado)

Mais

Post usa notícia de 2019 para parabenizar Bolsonaro por acordo Mercosul-UE, mas negociações estão paradas

Post usa notícia de 2019 para parabenizar Bolsonaro por acordo Mercosul-UE, mas negociações estão paradas

Investigado por: Verificado por:    É enganosa uma publicação no Facebook do dia 9 de maio de 2021, em um…
Estado regulariza cerca de 2.500 lotes dos bairros Liberdade e Independência

Estado regulariza cerca de 2.500 lotes dos bairros Liberdade e Independência

A Companhia de Habitação do Estado do Para (Cohab), ligada ao Governo do Estado, está trabalhando de forma célere para…
Filhote de jacaré surge em bueiro aberto na Folha 6

Filhote de jacaré surge em bueiro aberto na Folha 6

Um morador nada comum deu o “ar da graça” e surpreendeu a população da Folha 6. Um filhote de jacaré…
Tião Miranda publica Nota de Repúdio por pichação em sua residência

Tião Miranda publica Nota de Repúdio por pichação em sua residência

O prefeito Tião Miranda publicou, no final da tarde desta quinta-feira, 13, uma Nota de Repúdio contra manifestações de sindicalistas…
Pará recebe a maior remessa de vacinas contra Covid-19, com mais de 350 mil doses

Pará recebe a maior remessa de vacinas contra Covid-19, com mais de 350 mil doses

O Pará recebeu, na tarde desta quinta-feira (13), a maior remessa de doses de vacinas contra Covid-19,  com um total…
Descontos de IPVA para finais de placa 76 a 96 vão até 17 de maio

Descontos de IPVA para finais de placa 76 a 96 vão até 17 de maio

Os proprietários de veículos com final de placas 76 a 96 poderão pagar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores…