Correio de Carajás

Abertura das Olimpíadas 2020: horário, data e como assistir

Mensagem do Comitê do Japão na cerimônia de encerramento da Rio-2016 — Foto: Reuters

TÓQUIO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Cerimônia no Estádio Olímpico de Tóquio não terá a presença do público em geral por conta da pandemia da Covid-19, já que a cidade japonesa está em estado de emergência

Lá se foram cinco anos desde que os Jogos Olímpicos do Rio foram encerrados. A expectativa era que em 2020 Tóquio recebesse a próxima edição, mas uma pandemia assolou o mundo com a Covid-19 e tudo foi cancelado no ano passado. Depois de um ano, o Japão – mesmo em meio a protestos e críticas da população – recebe os Jogos que ficarão para sempre marcados pela crise sanitária no mundo. Nesta sexta-feira, dia 23, a partir de 8h (de Brasília), a maior competição esportiva do planeta terá seu início oficial com a cerimônia de abertura.

O Estádio Olímpico de Tóquio, recém-construído no mesmo lugar do estádio que recebeu a cerimônia dos Jogos de 1964, não terá a presença do público em geral, mas receberá mais de 11 mil atletas de 206 nações, prometendo bastante emoção.

Na TV Globo, a transmissão começa ao vivo às 7h45h, com a narração de Galvão Bueno, acompanhado dos comentários de Marcos Uchoa, Daiane dos Santos, Fabi e Flávio Canto.

Leia mais:

Seguindo a tradição, a cerimônia de abertura das Olimpíadas de Tóquio será composta por pela programação artística – sempre mantida em sigilo -, o desfile das delegações, o acendimento da pira olímpica, e a liberação simbólica das pombas da paz.

Confira abaixo algumas informações para acompanhar a cerimônia de abertura:

Como assistir a cerimônia de abertura?

 

O SporTV transmite a cerimônia com início às 8h, mas desde às 7h já estará com a transmissão ao vivo no aquecimento para o evento. A narração ficará a cargo de Luiz Carlos Jr., com os comentários de Marcelo Barreto, Bernardinho, Hortência e Nalbert.

O repórter Carlos Gil participa das duas transmissões direto do Estádio Olímpico. Todos os horários citados têm Brasília como referência. O telespectador ainda pode acompanhar a cerimônia de abertura das Olimpíadas via Globoplay e ge.

Onde será realizada a cerimônia de abertura?

 

Estádio Olímpico de Tóquio recebe a cerimônia de abertura e também de encerramento dos Jogos — Foto: Carl Court/Getty Images
Estádio Olímpico de Tóquio recebe a cerimônia de abertura e também de encerramento dos Jogos — Foto: Carl Court/Getty Images

O Estádio Olímpico será o palco da cerimônia de abertura dos Jogos de Tóquio na sexta-feira, e foi inaugurado em dezembro de 2019 em meio a uma série de críticas pelo custo que chegou a US$ 1,5 bilhão, mais de R$ 5 bilhões na cotação da época. O antigo estádio no mesmo local foi demolido para a reconstrução de um novo.

A capacidade do Estádio Olímpico é para 68 mil pessoas, mas não contará com a presença do público por conta da pandemia da Covid-19. No entanto, além dos artistas e produção envolvidos no espetáculo, haverá um grupo de cerca de 10 mil diplomatas, dirigentes estrangeiros, patrocinadores e membros do Comitê Olímpico Internacional.

Localizado no centro de Tóquio, o Estádio Olímpico apresenta um formato oval, com design de treliça de madeira que evoca os estilos tradicionais que aparecem nos santuários japoneses. O telhado é de madeira e aço. O estádio pretende se misturar com o parque que o circunda e “restaurar a ligação que Tóquio perdeu com a natureza”.

Quem planejou a cerimônia de abertura?

 

Marco Balich é o produtor executivo da cerimônia após duas mudanças na liderança depois do adiamento dos Jogos — Foto: Chris Graythen/Getty Images
Marco Balich é o produtor executivo da cerimônia após duas mudanças na liderança depois do adiamento dos Jogos — Foto: Chris Graythen/Getty Images

Uma série de mudanças aconteceu na equipe criativa da cerimônia de abertura das Olimpíadas de Tóquio por conta do adiamento do evento em um ano. Em dezembro de 2020, o time de sete pessoas antes comandado pelo renomado ator japonês Mansai Nomura agora deu lugar a Hiroshi Sasaki.

Sasaki ajudou a produzir a cerimônia de passagem de bastão dos Jogos do Rio-2016 para os Jogos de Tóquio, marcada pela aparição do então primeiro-ministro japonês Shinzo Abe como o personagem dos videogames Mario Bros. Mas a trajetória de Sasaki durou pouco. Ele renunciou ao cargo menos de três meses depois, após grande pressão popular depois de fazer um comentário gordofóbico sobre a atriz e comediante Naomi Watanabe, popular no Japão.

(Fonte:G1)

Comentários

Mais

Com ouro de Ana Marcela Cunha, Brasil ultrapassa recorde de mulheres medalhistas em uma Olimpíada

Com ouro de Ana Marcela Cunha, Brasil ultrapassa recorde de mulheres medalhistas em uma Olimpíada

Se o Brasil ainda busca ultrapassar o recorde de medalhas da Rio-2016, onde atingiu 19 conquistas no quadro geral, o…
Seleção de vôlei vence Rússia e encara Coreia do Sul na semi

Seleção de vôlei vence Rússia e encara Coreia do Sul na semi

A Seleção Brasileira feminina de vôlei venceu o Comitê Olímpico Russo por 3 sets a 1, de virada, com parciais…
Rebeca Andrade será porta-bandeira do Brasil em cerimônia de encerramento das Olimpíadas

Rebeca Andrade será porta-bandeira do Brasil em cerimônia de encerramento das Olimpíadas

Despedida em grande estilo. Medalhista de ouro e prata nos Jogos de Tóquio, Rebeca Andrade será a porta-bandeira do Brasil na…
Ana Marcela Cunha é campeã olímpica na maratona aquática em Tóquio

Ana Marcela Cunha é campeã olímpica na maratona aquática em Tóquio

A espera acabou. Depois de quatro ciclos olímpicos, Ana Marcela Cunha, de 29 anos, colocou em sua gigantesca galeria de…
No Z4 da Série B, Cruzeiro acerta retorno de Vanderlei Luxemburgo

No Z4 da Série B, Cruzeiro acerta retorno de Vanderlei Luxemburgo

O Cruzeiro anunciou nesta terça-feira (3) o retorno de Vanderlei Luxemburgo. O técnico de 69 anos se apresenta à Toca da…
Brasil avança à final de saltos no hipismo em Tóquio com Yuri Mansur

Brasil avança à final de saltos no hipismo em Tóquio com Yuri Mansur

O cavaleiro Yuri Mansur é o primeiro finalista da delegação brasileira de hipismo na Olimpíada de Tóquio (Japão). O paulistano,…