Correio de Carajás

A história de Alexsandro Cardoso, construída na estrada

“Nós, caminhoneiros, precisamos ter mais paciência. Dirigimos por nós e por terceiros."/ Foto: Evangelista Rocha

ORGULHO DE SER MOTORISTA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Com mais da metade da vida sendo motorista, Alexsandro Cardoso, 47 anos, tem orgulho da profissão e por tudo o que conquistou com seu trabalho

A maioria dos produtos que você tem e usa em seu dia a dia provavelmente passou, em algum momento, por um caminhão. Esse profissional que percorre as estradas do País levando vestuário, medicamentos, alimentos, material para construção, entre tantas outras coisas, tem uma rotina desafiadora. Além de enfrentar os longos trajetos e as estradas em situações precárias, o motorista precisa equilibrar o trabalho e a saudade de casa.

Alexsandro da Silva Cardoso, 47 anos, trabalha há 26 anos como motorista, sendo que há oito é colaborador da Sinobras, empresa siderúrgica que atua no município de Marabá há 14 anos.

O caminhoneiro explica que desde que entrou na empresa, o máximo que já passou longe de casa foram 15 dias. Contudo, a profissão exige que muitos colegas passem muito tempo na estrada e que uma das dificuldades encontradas, sem dúvidas, é a saudade da família.

Leia mais:

“Desde que entrei na Sinobras não fico muito tempo longe da minha família, porque aqui trabalhamos com uma logística de escalas. Nós vamos até o cliente, fazemos a entrega, carregamos de volta a sucata e voltamos.  Mas em outras empresas, colegas chegam a ficar até três meses longe de casa. Creio que deve ser muito difícil ficar longe da família e não acompanhar o crescimento dos filhos”.

Para ele, a profissão de motorista é muito boa, mesmo com os perigos constantes que estão sujeitos a enfrentar, como estradas sem sinalização e sem pavimentação adequada, falta de acostamento e movimento intenso de carretas nas rodovias.

“Eu gosto muito da minha profissão. Sou muito feliz sendo carreteiro, tenho me sobressaído, conquistado as minhas coisas. Com essa profissão eu criei meus filhos e sustento toda a família”, conta orgulhoso.

Aliás, Alexsandro é casado há 24 anos, tem um casal de filhos – já adultos – e recentemente se tornou avô.

Alexsandro com os colegas da Sinobras, que cruzam o País com transporte de carga pesada

CAPACITAÇÃO

Atento sobre a importância e a responsabilidade de estudar e se capacitar para trabalhar de forma mais eficiente, Alexsandro afirma que sempre está se atualizando e investindo em cursos.

“Já fiz os cursos de Movimentação de Operação de Produtos Perigosos (Mopp), Transporte de Passageiros e Cargas Indivisíveis. A cada dois anos temos capacitação e atualização dos cursos aqui na Sinobras. A empresa investe e incentiva que a gente estude”, explica.

No dia a dia, transitando pelas ruas e rodovias, o motorista afirma que tem percebido as pessoas mais impacientes no trânsito, o que acaba causando, muitas vezes, imprudências e acidentes.

Para ele, os condutores estão cada vez mais apressados, principalmente quem dirige caminhão de grande porte e com cargas pesadas. “Nós, motoristas profissionais, precisamos ter mais paciência. Dirigimos por nós e por terceiros que estão transitando nas rodovias. Dificilmente você vê um motorista de cargas com paciência, porque tem que descarregar, entregar o material e aí acaba cometendo alguns erros”, conta, relembrando que já perdeu um amigo por conta de imprudência no trânsito.

DE MOTORISTA PARA MOTORISTA

“Para quem está começando na profissão, meu conselho é ter responsabilidade. Trabalhamos com cargas e precisamos ter caráter para transportar. Nossa profissão é muito digna e importante, mas só agora as pessoas estão valorizando os caminhoneiros”, finaliza. (Ana Mangas)

 

Comentários

Mais

Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

O presidente Jair Bolsonaro está em passeata pela cidade de São Paulo, em manifestação organizada por integrantes de clubes de…
Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Morreu neste sábado (12), aos 80 anos, o ex-vice-presidente da República Marco Maciel. Segundo o genro do político, Joel Braga,…
Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

No lugar da boneca e do carrinho, a enxada e a vassoura. No lugar do tempo para estudo e descanso,…
Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

  A história de Juliana Milhomem e Victoria Kaline é semelhante à de Polyana e Amanda. Ambas se conheceram em…
Mulheres que são felizes com outras mulheres

Mulheres que são felizes com outras mulheres

“Consideramos justa toda forma de amor”. Parafraseando Lulu Santos, começamos essa história com o trecho da emblemática música “Toda forma…
Namoro que floresce no meio na pandemia

Namoro que floresce no meio na pandemia

Sílvia e Moisés e se tornaram amigos inseparáveis, contavam tudo um para o outro, até se ajudaram a ficar com…