Correio de Carajás

PF recupera em Londres livro holandês de mais de 300 anos furtado no Goeldi

A Polícia Federal recuperou em Londres, no Reino Unido, uma obra literária datada de 1658 que havia sido furtada do Museu Emílio Goeldi, em Belém, em 2008.

A obra holandesa de mais de 300 anos, recuperada nesta quinta-feira (21), é intitulada “De India utriusque re naturali et medica”, de Guilherme Piso, naturalista e médico holandês.

O resgate foi uma cooperação policial internacional entre a Polícia Federal, por meio da adidância no Reino Unido, e a Polícia Metropolitana de Londres (Scotland Yard), pela Unidade de Artes e Antiguidades.

Leia mais:

Obra holandesa furtada em museu de Belém é recuperada em Londres. — Foto: Reprodução / PF-PA
Obra holandesa furtada em museu de Belém é recuperada em Londres. — Foto: Reprodução / PF-PA

Segundo a PF, as investigações sobre o furto no Museu Emílio Goeldi começaram ainda em 2008. Três servidores do museu foram denunciados por peculato culposo em 2011.

Em dezembro de 2023, a obra a “Reise in Chile und auf dem Amazonstrome” foi recuperada na Argentina, em ação de cooperação jurídica.

A PF informou que “segue trabalhando para localização e repatriação das obras furtadas e para identificar a autoria do furto e eventuais responsáveis pela venda dos livros”.

O Museu Emílio Goeldi foi fundado em 1866 é considerada a mais antiga instituição científica da Amazônia.

Parque Zoobotânico tem 5,2 hectares de floresta preservada no centro de Belém — Foto: Oswaldo Forte/Libcop
Parque Zoobotânico tem 5,2 hectares de floresta preservada no centro de Belém — Foto: Oswaldo Forte/Libcop

Rastreio de obras furtadas

 

Ainda de acordo com a PF, os agentes federais desempenham papel na salvaguarda do patrimônio cultural colaborando na localização e recuperação de obras de arte roubadas ou ilegalmente comercializadas.

São utilizadas bases de dados sobre bens culturais para identificação e rastreio dos itens valiosos desviados.

O trabalho também é feito em cooperação com autoridades policiais de outros países.

(Fonte:G1)