Correio de Carajás

Joelma pode ter passaporte apreendido por conta de dívida trabalhista; entenda

Um ex-empresário de Joelma está pedindo uma indenização de R$ 1,2 milhões contra a cantora. E, ao que tudo indica, a Justiça do Trabalho de Pernambuco acatou seu pedido e determinou que o passaporte da artista seja apreendido.

De acordo com informações divulgadas pelo blog do Ricardo Antunes, na última quarta-feira (19), o juiz Gustavo Augusto Pires de Oliveira, da 11ª Vara do Trabalho de Recife, tomou essa decisão porque a Justiça só encontrou imóveis no nome de Joelma com pendências judiciais.

Sendo assim, ele entende que houve “manifesto intuito de obstaculizar os meios executórios impostos, escondendo-se do Poder Judiciário ao tempo em que segue ostentando padrão elevado de vida decorrente da sua fama”. Ainda alega-se que a cantora utiliza uma empresa em nome da filha para ocultar o dinheiro dos cachês, que variam de R$ 250 mil a R$ 450 mil por apresentação.

Leia mais:

Cachê de show de Joelma teria sido bloqueado pela Justiça

 

Por conta disso, parte do seu cachê de um show realizado em Caruaru foi bloqueado pela Justiça Trabalhista de Pernambuco, junto à prefeitura da cidade. No entanto, os recursos em questão estariam aquém do necessário para cobrir a dívida.

Em sua decisão, Oliveira disparou: “Não se concebe que uma artista de renome e carreira consolidada, que teve uma de suas músicas viralizada em todas as plataformas esse ano, participou de programas de grande audiência da Rede Globo e tem agenda de shows no Brasil e no exterior, não vem recebendo quantia expressiva nesse momento de apogeu. Há clara ocultação de bens aqui”.

(Fonte: Marie Claire)