Correio de Carajás

Evento conectou empreendedores com negócios que buscam inovação

Parauapebas foi palco do I Carajás Summit, um evento que reuniu pessoas em busca de “Inovação, Sustentabilidade e Empreendedorismo”. A iniciativa foi do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Pará (Sebrae-PA), no Partage Shopping.  A gerente regional da Agência Carajás II do Sebrae, Ana Suzi Rego, destacou que Parauapebas é um lugar de muitas oportunidades de negócio, capazes de unir sustentabilidade e inovação. “O objetivo é que as pessoas vejam que inovar é fácil”.

O evento também apresentou um espaço chamado “COP 30”. Ana Suzi ressaltou a necessidade de os empreendedores estarem preparados para as oportunidades que a 30ª Conferência das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (Belém sediará o evento no ano que vem) trará para a região de Carajás. “Como o turismo de experiência, por exemplo, precisamos aproveitar as pessoas que estarão no ano que vem no estado para ampliar os negócios para novos mercados”.

De olho no futuro, a empreendedora Elisângela Martins foi uma das expositoras do espaço COP 30. “O evento é uma oportunidade incrível para expormos o nosso negócio, é uma iniciativa pioneira, que nos coloca no circuito para sermos vistos, fazer contatos e vendas”. Ela foca na bioeconomia, transformando o cupuaçu e o açaí em esfoliantes, máscaras faciais e corporais.

Leia mais:
Elisângela, expositora do espaço Cop 30.

 

Palestras

O designer Zé Paulo Gomes foi um dos palestrantes do I Carajás Summit, com o tema: “Empatia para construir marcas fortes e rentáveis”.

O especialista ressaltou a importância da humanização das marcas, por isso, a comunicação precisa ter sentido e sentimento, seja para o desenvolvimento de uma marca, produto ou serviço. Para o designer, é preciso ter o alinhamento perfeito entre o produto desenvolvido, as expectativas e necessidades do consumidor.

“Hoje nós estamos vivendo as mais aceleradas transformações de mercado, esse excesso de produtos disponíveis traz um cenário de dificuldade de competitividade, então, para as marcas tornarem-se mais competitivas é necessário que elas tenham habilidades humanas. Habilidades que transcendam o fator utilitário dos produtos e tragam os fatores de identificação, de experiência e principalmente fatores emocionais”, detalhou Zé Paulo ao Correio de Carajás.

Carajás Summit
Zé Paulo é o responsável pela criação da identidade visual do Carajás Summit

Sobre o mercado de Parauapebas, o designer avaliou que há diversas possibilidades a serem exploradas e necessidades a serem supridas, e cabe a cada empreendedor saber identificá-las e construir as melhores soluções.

O profissional ainda compartilhou dicas valiosas para os pequenos empreendedores. “Eu costumo dizer que marketing é muito mais barato do que se parece. É preciso conhecer em profundidade o público, o mercado e o ambiente interno e externo. Seguindo essas dicas o empresário investe muito pouco e tem retorno significativo, principalmente no que tange a inovação e sustentabilidade”.

Zé Paulo percorreu mais de 700 quilômetros entre Palmas (TO) e Parauapebas, pilotando sua moto, na companhia de integrantes dos Abutres (grupo de motociclistas) para palestrar, e destacou que o evento é um passo significativo para transformar e impulsionar o mercado e a economia local.

O segundo convidado para ministrar a palestra “Storytelling: dicas para produção de vídeos que convencem”, foi Ivan Oliveira, diretor criativo da CasaLab Hub.

O diretor enfatizou que os vídeos produzidos nas redes sociais precisam contar histórias e não somente focar em divulgar o produto. Para isso, exemplificou como a empresa Nike trabalha o perfil do Instagram. “Eles contam as histórias das pessoas que usam os produtos, histórias de superação, isso cria uma identificação com o cliente”.

Ivan Oliveira destacou ainda ser preciso definir e conhecer bem o público alvo.

(Theíza Cristhine)