Correio de Carajás

Dom Vital fala sobre programação e essência da Semana Santa

Em Marabá, a Semana Santa é vivenciada com profunda devoção e espiritualidade, marcada por uma programação diversificada que convida os fiéis a refletirem sobre os mistérios da fé cristã e a se unirem em celebração. Durante esses dias sagrados, a cidade se transforma em um centro de atividades religiosas, com eventos que vão desde procissões solenes até cerimônias litúrgicas significativas, iniciadas no domingo (24) e com fim no próximo (31).

A reportagem deste CORREIO esteve com o bispo Dom Vital Corbellini, que explicou que a Semana Santa é um período de significado profundo para os cristãos católicos, marcado pela celebração do “Mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo”, com diversas programações: “É um momento de reflexão e renovação espiritual, no qual reafirmamos nossa adesão a Cristo e nossa busca por uma vida de fé e virtude”.

A semana começou com o domingo de Ramos. O gesto, de acordo com a Igreja, simboliza a disposição dos fiéis em seguir os ensinamentos de Jesus.

Leia mais:

Na quinta-feira (28), dia que marca o início do Tríduo Pascal, as atividades começam pela manhã, às 9h30, com a renovação das promessas sacerdotais e a bênção dos Santos Óleos na Catedral Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, situada na Marabá Pioneira. À noite, às 19h30, no mesmo local, haverá a tradicional cerimônia do Lava-pés.

“A Sexta-feira Santa é um dia de profundo recolhimento e penitência, no qual recordamos a crucificação e morte de Cristo”, comenta o bispo. Na Paróquia Sagrado Coração de Jesus, na Folha 28, haverá a cerimônia da Paixão e Morte de Cristo às 15h, seguida da Via Sacra pelas ruas. Este é também o dia da coleta em favor dos Lugares Santos, demonstrando nossa solidariedade para com a preservação destes locais sagrados.

O Sábado Santo (29) é marcado pela Vigília Pascal, uma celebração longa e tradicional, com início às 19h30 e término às 22h30, também na Catedral. Segundo o bispo Dom Vital, logo no início haverá a bênção do fogo novo e a liturgia da Palavra, seguidas da celebração dos batismos e da Eucaristia.

“Este é o momento em que acendemos o Círio Pascal, símbolo da ressurreição de Cristo e de nossa própria passagem da morte para a vida eterna”, pontua.

No domingo de Páscoa (30), a programação engloba todas as paróquias de Marabá, com o tema: “Ressurreição de Cristo e a vitória sobre o pecado e a morte”. Dom Vital explica que é um momento de alegria e esperança, no qual os religiosos renovam sua fé na vida eterna, além de se comprometerem a viver em fraternidade e serviço aos mais necessitados.

“Convido a todos os católicos a participarem ativamente das celebrações da Semana Santa, para podermos receber a graça desse período e renovarmos nosso compromisso com Cristo e com o próximo. Que esta Páscoa seja para todos nós uma verdadeira passagem da morte para a vida, e que possamos experimentar a alegria e a esperança de que a ressurreição de Cristo nos traz”, finaliza. (Thays Araujo)