Correio de Carajás

Dado Cavalcanti integra seleção brasileira nas Eliminatórias em comissão de Diniz

Liderada por Fernando Diniz – conciliando o cargo de forma temporária -, a comissão técnica da Seleção Brasileira ganha um novo integrante nas Eliminatórias da Copa: o técnico pernambucano Dado Cavalcanti, – que comandou o América-RN, rebaixado à Série D nesta temporada.

O treinador será um dos auxiliares de Diniz – que tem Eduardo Barros no cargo principal – e estará presente na estreia do Brasil nas Eliminatórias do Mundial, diante da Bolívia, no dia 8 de setembro, no estádio Mangueirão, em Belém, no Pará.

A informação foi inicialmente divulgada pelo programa Jogo Rápido, do Rio Grande do Norte, estado em que Dado está trabalhando, e confirmada pelo ge.

Leia mais:

Dado recebeu o convite há cerca de um mês, mas optou por não externar a situação devido ao momento vivido no América-RN – clube que comandou na reta final da Série C e terminou rebaixado à Série D. O contrato dele na equipe ainda segue até fim de novembro, mas sem calendário.

O treinador ainda está em Natal resolvendo burocracias e na sexta-feira embarca para o Rio de Janeiro, onde permanece até o domingo – quando viaja novamente, para Belém no Pará e em seguida ao Peru, onde o Brasil enfrentará a seleção peruana, no dia 12 de setembro.

Dado Cavalcanti e Fernando Diniz foram colegas de classe durante estudos e cursos presenciais da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Diniz, por sua vez, concilia trabalhos no Fluminense e na CBF até junho de 2024, quando Carlo Ancelotti está previsto para assumir o cargo.

Por isso, o treinador trabalhará com uma comissão flexível – convocando não só jogadores, mas também profissionais como auxiliares e preparadores físico e de goleiro. Isso para não deixar desamparado o próprio trabalho no Fluminense. Essas chamadas para a comissão, inclusive, podem ser rotativas para diferentes profissionais.

Dado Cavalcanti tem 42 anos e passagens por 20 clubes ao longo da carreira, sendo pentacampeão Estadual e campeão da Copa do Nordeste em 2021, no comando do Bahia.

(Fonte:G1)