Correio de Carajás

Atriz de “The Vampire Diaries” será Diana Ross no cinema

A atriz Kat Graham, mais conhecida como a Bonnie de “The Vampire Diaries”, vai interpretar a cantora Diana Ross na cinebiografia de Michael Jackson. Diana Ross foi uma das maiores influências na carreira do cantor, tanto por ter introduzido os Jackson 5 ao mundo quanto pelos paralelos entre os dois – ambos começaram num grupo vocal de sucesso, antes de se lançarem em jornadas solo que superaram expectativas.

Intitulado “Michael”, o filme terá Jaafar Jackson no papel principal, interpretando seu tio. Jaafar é filho de Jermaine Jackson, um dos irmãos mais velhos de Michael Jackson, e faz sua estreia como ator na produção.

Até então, suas participações em sets de gravação consistiam de aparições em clipes de parentes e no reality da família, “The Jacksons: Next Generation”. Mas vale lembrar que filme de Michael Jackson tem como produtores executivos a família do astro falecido.

Leia mais:
Kat Graham interpretará Diana Ross em cinebiografia de Michael Jackson
Kat Graham interpretará Diana Ross em cinebiografia de Michael JacksonReprodução/Instagram l Kevin Mazur/Getty Images

Elenco e produção

O elenco também inclui Colman Domingo (“Fear the Walking Dead”) e Nia Long (“Certas Pessoas”) como os pais de Michael, além de Miles Teller (“Top Gun: Maverick”) como John Branca, empresário do artista.

Nesta segunda (25/3), ainda foram anunciados Jessica Sula (“Split”) como La Toya Jackson, irmã mais velha de Michael; Liv Symone (“Power Book III: Raising Kanan”) como Gladys Knight; Kevin Shinick (“Frango Robô”) como Dick Clark; KeiLyn Durrel Jones (“Os Outros Dois”) como o ex-segurança e confidente Bill Bray; Larenz Tate (“Power Book II: Ghost”) como o fundador da Motown Records, Berry Gordy; e Kendrick Sampson (“Insecure”) como o ícone da indústria Quincy Jones, que conheceu Michael Jackson quando ele tinha apenas 12 anos. A dupla colaboraria nos três álbuns de maior sucesso de Michael: “Off the Wall”, de 1979, “Thriller”, de 1982, e “Bad”, de 1987.

O projeto está a cargo do produtor Graham King, que renovou o interesse pelas cinebiografias musicais com o sucesso de “Bohemian Rhapsody”.

O roteiro foi escrito por John Logan, que já foi indicado três vezes ao Oscar – por “Gladiador” (2000), “O Aviador” (2004) e “A Invenção de Hugo Cabret” (2011), e a direção está a cargo de Antoine Fuqua (de “O Protetor”).

Falecido em 2009, aos 50 anos, Michael Jackson foi o cantor solo mais popular do mundo, merecendo o título de Rei do Pop, mas sua fama também colocou um holofote sobre seu comportamento excêntrico, como cirurgias plásticas que o tornaram mais parecido com um homem branco e a obsessão por se cercar de crianças – a ponto de chamar sua propriedade particular de Neverland (a Terra do Nunca, onde as crianças não viravam adultos na história de “Peter Pan”). Essa proximidade também lhe rendeu denúncias de abuso de menores.

(Fonte: Terra)