Ryan Reynolds diz que filha chorou por horas ao vê-lo com maquiagem de 'Deadpool'

O ator de 41 anos é pai de duas meninas, Ines e James, com a esposa Blake Lively

Redação Por: Redação

Cultura Destaques

214 Visualizações

Publicado em 16/05/2018 09:37h

Ryan Reynolds diz que filha  chorou por horas ao vê-lo com maquiagem de 'Deadpool'

Fotos: reprodução

Ryan Reynolds tem recebido ótimas críticas de quem já teve acesso a 'Deadpool 2', mas duas pessoas muito importantes em sua vida ainda não são fãs do herói. Em entrevista para o especial EW Radio Spotlight, o ator de 41 anos revelou que sua filha de 19 meses, Ines, com a esposa Blake Lively, começou a chorar quando ele se transformou em seu personagem Wade Wilson.

"Quando coloquei a maquiagem da cicatriz, foi difícil para os meus filhos porque eles estavam no set", disse Reynolds sobre Ines e a filha mais velha, James, 3 anos, na entrevista, na sexta-feira. "Eu saio de casa de manhã e sou o 'papai' e depois, no almoço, parecia que eu tinha dormido em cima de um fogão".

Os fãs sabem que a desfiguração facial do personagem é um antigo teste do programa Weapon X durante o qual ele recebeu fatores de cura regenerativa através de experimentos científicos conduzidos sobre ele. “Minha filha de 1 ano ficou soluçando por horas depois de me ver. É uma tortura, porque você não pode arrancar tudo e falar 'Não, não, não! Veja, eu estou aqui embaixo!', desfazendo quatro horas de trabalho de maquiagem protética", continuou Reynolds.

"Eu escolhi apenas continuar a assustá-la", acrescentou ele, brincando. No entanto, quando chegou a hora de se adequar ao alter-ego de seu personagem, Reynolds lembra de aproveitar muito mais a transformação de Deadpool. “Quando coloco a máscara, sinto-me mais livre do que alguma vez já senti na vida. É uma situação especial”, disse ele. "Eu não sei o que é exatamente, mas sinto como se eu liberasse o Deadpool". O novo filme estreia nos cinemas brasileiros nesta semana, dia 17 de maio.

(Monet)

Comentários

Deixa seu comentário abaixo sobre esta notícia: