Dançarte: projeto encerra neste sábado com saldo positivo

Redação Por: Redação

Cultura Novidades

783 Visualizações

Publicado em 06/04/2018 20:27h

Dançarte: projeto encerra neste sábado com saldo positivo

Foto: Divulgação

Após uma semana de eventos culturais e artísticos, o Encontro Internacional de Artes Cênicas do Pará – Dançarte se despede de Marabá. A cerimônia de encerramento está marcada para as 18 horas deste sábado (7), na Praça São Félix Valois, e contará com a entrega de certificados de participação das oficinas e workshop. Para o idealizador e produtor do evento, Will Júnior, o grupo deixa a cidade já pensando em voltar.

“Eu estou muito feliz de poder trazer para a região a programação do Dançarte. Particularmente fiquei com certo receio da aceitação por parte dos artistas e do público, porque viemos aqui cinco anos atrás trazendo um festival de teatro, mas não esperávamos que na nossa volta seria algo bem maior e diferenciado”, revela. Segundo ele, o público do evento pedia por mais uma semana de dança, teatro e atrações culturais.

Júnior revelou ainda que os participantes se propuseram a solicitar à gestão municipal a manutenção de atividades artísticas de maneira periódica. “Para ver se fica algo sistemático, de segunda a sexta, no município. Agora estamos seguindo para Parauapebas, Curionópolis e Canaã dos Carajás, onde teremos outros desafios”, revela. Por fim, revela que espera voltar em breve e ver o que o projeto deixou de conhecimento para essas cidades.

“Espero que quando a gente voltar, a gente possa dizer que a sementinha plantada rendeu frutos, que pelo menos um grupo ou oficina cultural foram montados aqui”, declarou. Eduardo Viana, responsável pelas oficinas de interpretação teatral e de contação de histórias, agradeceu a receptividade do povo marabaense, que segundo ele, abraçou o projeto com muita energia.

Ele acrescentou que, como artista, deseja que este tipo de iniciativa chegue aos municípios não apenas em datas comemorativas ou momentos pontuais. “Porque uma semana de oficina de interpretação teatral é bom, mas é muito pouco. É importante que a gente dê uma sequência e que essa atividade seja progressiva”.

Rick Martins, aluno da oficina, declarou que a cidade foi privilegiada com Dançarte, devido à grandiosidade do projeto. “A gente vê o quão é importante o teatro na vida das pessoas, porque não é algo só profissional. Mas também que ajuda no falar, no relacionamento entre as pessoas”.

O Encontro Dançarte está há 10 anos na estrada e a Vale foi a responsável por trazê-lo a Marabá e também por patrocinar o evento, por meio da Lei Rouanet, de incentivo à cultura. Todas as atividades realizadas durante a semana aconteceram simultaneamente à comemoração do aniversário de Marabá.

O projeto segue para Curionópolis, de 15 a 21 de abril, passa por Canaã dos Carajás, entre 22 e 28 de abril, e retorna para Belém, entre os dias 1º e 13 de maio. (Nathália Viegas)

Comentários

Deixa seu comentário abaixo sobre esta notícia: