A suplente de vereadora pelo município de Abel Figueiredo, Giuvânia de Souza Silva, de 41 anos, morreu nesta segunda-feira (8), no Hospital Regional do Sudeste do Pará, em Marabá, em decorrência de um acidente de motocicleta sofrido na noite de domingo (7), no município em que vivia.

ALICERCE
TH SISTEMAS
FUTURO POSTAGEM

Conforme informações de familiares, ela pilotava o veículo e retornava de uma fazenda quando tentou desviar de um buraco, na entrada da cidade, perdeu o controle da moto e colidiu contra uma placa. Como é comum nas cidades do interior do Pará, Giuvânia não estava usando o capacete de proteção e acabou sofrendo traumatismo craniano.

Ela foi socorrida e transferida para o Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos. Bastante conhecida na cidade, em 2016 Giuvânia se candidatou ao cargo de vereadora pelo Partido Progressista, na Coligação Proporcional Unidos Pelo Progresso, sendo eleita suplente.

Em 2012, foi eleita ao cargo pelo mesmo partido, somando 220 votos. Em dezembro passado tomou posse como presidente do PP Mulher, partido ao qual estava ligada há 16 anos e que cogitava lançá-la candidata deputada estadual.

Nas páginas dela no Facebook, muitas pessoas deixaram mensagens lamentando a perda da figura pública do município. Giuvânia era solteira e mãe de um filho. O corpo dela deverá ser sepultado hoje, terça-feira (9), em Abel Figueiredo. (Luciana Marschall com informações de Josseli Carvalho)

Foto: Divulgação

A suplente de vereadora pelo município de Abel Figueiredo, Giuvânia de Souza Silva, de 41 anos, morreu nesta segunda-feira (8), no Hospital Regional do Sudeste do Pará, em Marabá, em decorrência de um acidente de motocicleta sofrido na noite de domingo (7), no município em que vivia.

Conforme informações de familiares, ela pilotava o veículo e retornava de uma fazenda quando tentou desviar de um buraco, na entrada da cidade, perdeu o controle da moto e colidiu contra uma placa. Como é comum nas cidades do interior do Pará, Giuvânia não estava usando o capacete de proteção e acabou sofrendo traumatismo craniano.

Ela foi socorrida e transferida para o Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos. Bastante conhecida na cidade, em 2016 Giuvânia se candidatou ao cargo de vereadora pelo Partido Progressista, na Coligação Proporcional Unidos Pelo Progresso, sendo eleita suplente.

Em 2012, foi eleita ao cargo pelo mesmo partido, somando 220 votos. Em dezembro passado tomou posse como presidente do PP Mulher, partido ao qual estava ligada há 16 anos e que cogitava lançá-la candidata deputada estadual.

Nas páginas dela no Facebook, muitas pessoas deixaram mensagens lamentando a perda da figura pública do município. Giuvânia era solteira e mãe de um filho. O corpo dela deverá ser sepultado hoje, terça-feira (9), em Abel Figueiredo. (Luciana Marschall com informações de Josseli Carvalho)

Foto: Divulgação

DEPNEUS
FUTURO HORIZONTAL
ROMANCE FAVORITA
PIZZARIA O SEGREDO DO CHEFF
TH SITES HORIZONTAL
RADIO CORREIO HORIZONTAL

Comentários