A polícia ainda não tem informações sobre a autoria ou motivação do crime que vitimou Daniel Gomes Damasceno, 23 anos, e Francisco Santos, 45, conhecido popularmente como Baixinho. Eles foram mortos na noite de ontem (8) no Bairro Nossa Senhora Aparecida, antiga Invasão da Coca-Cola, enquanto saiam de uma residência, na Rua 24.

FUTURO POSTAGEM
TH SISTEMAS
ALICERCE

Conforme informações colhidas pela polícia, as vítimas estavam consumindo bebida alcoólica, próximo ao local do crime, e quando saíram para comprar mais cerveja, foram surpreendidas por um homem ainda não identificado. “Segundo informações de uma senhora, eles estavam bebendo cerveja e iam sair para comprar mais uma caixinha. Quando eles saíram, ela só ouviu os tiros”, informou o sargento Gilsimar, da polícia militar.

Os dois rapazes estavam na casa de uma amiga em comum, Cleusa de Paiva Sousa, que é moradora do bairro. Ela revelou que quando ouviu os tiros, pensou que os rapazes estavam brincando com a moto, porém que após os disparos, não escutou mais nada.

“A minha netinha correu e fechou o portão e nós entramos na casa, e não ouvimos mais barulho de nada”, narrou. A mulher ainda revelou que ao sair na porta de casa viu o executor fugir pelo terreno baldio que existe em frente à residência, com um capacete na mão. No entanto, que não foi possível identifica-lo.

Segundo Natal Santos, irmão de Raimundo, a vítima morava na Rua 17 e tinha uma deficiência na perna. Ele também contou à reportagem que não conhecia Daniel e que nunca tinha visto o rapaz no bairro. Enquanto Lilda de Araújo, cunhada de Raimundo, contou que o homem não tinha desavenças e que não fazia mal a ninguém.

Depois da chegada da equipe do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves ao local do crime, foi constatado que as vítimas receberam aproximadamente sete tiros cada uma. (Nathália Viegas com informações de Josseli Carvalho e Evangelista Rocha)

 

A polícia ainda não tem informações sobre a autoria ou motivação do crime que vitimou Daniel Gomes Damasceno, 23 anos, e Francisco Santos, 45, conhecido popularmente como Baixinho. Eles foram mortos na noite de ontem (8) no Bairro Nossa Senhora Aparecida, antiga Invasão da Coca-Cola, enquanto saiam de uma residência, na Rua 24.

Conforme informações colhidas pela polícia, as vítimas estavam consumindo bebida alcoólica, próximo ao local do crime, e quando saíram para comprar mais cerveja, foram surpreendidas por um homem ainda não identificado. “Segundo informações de uma senhora, eles estavam bebendo cerveja e iam sair para comprar mais uma caixinha. Quando eles saíram, ela só ouviu os tiros”, informou o sargento Gilsimar, da polícia militar.

Os dois rapazes estavam na casa de uma amiga em comum, Cleusa de Paiva Sousa, que é moradora do bairro. Ela revelou que quando ouviu os tiros, pensou que os rapazes estavam brincando com a moto, porém que após os disparos, não escutou mais nada.

“A minha netinha correu e fechou o portão e nós entramos na casa, e não ouvimos mais barulho de nada”, narrou. A mulher ainda revelou que ao sair na porta de casa viu o executor fugir pelo terreno baldio que existe em frente à residência, com um capacete na mão. No entanto, que não foi possível identifica-lo.

Segundo Natal Santos, irmão de Raimundo, a vítima morava na Rua 17 e tinha uma deficiência na perna. Ele também contou à reportagem que não conhecia Daniel e que nunca tinha visto o rapaz no bairro. Enquanto Lilda de Araújo, cunhada de Raimundo, contou que o homem não tinha desavenças e que não fazia mal a ninguém.

Depois da chegada da equipe do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves ao local do crime, foi constatado que as vítimas receberam aproximadamente sete tiros cada uma. (Nathália Viegas com informações de Josseli Carvalho e Evangelista Rocha)

 

DEPNEUS
TH SITES HORIZONTAL
RADIO CORREIO HORIZONTAL
ROMANCE FAVORITA
FUTURO HORIZONTAL
PIZZARIA O SEGREDO DO CHEFF

Comentários