Correio de Carajás

OAB : Conferência abre nesta quarta-feira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Nesta quarta-feira (23) acontece em Marabá a I Conferência da Advocacia da Região Sudeste do Pará, que terá lugar na sede da subseção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O tema não poderia ser mais apropriado para esses tempos obscuros da política nacional: “A advocacia e a defesa da justiça social, da boa aplicação das leis e da rápida administração da Justiça”. A programação contará com palestras e painéis sobre assuntos relacionados às carreiras jurídicas.

De acordo com os advogados Rodrigo Botelho e Júlio Neto, que integram a comissão de organização da conferência, um dos objetivos é promover uma grande confraternização com a categoria e com os estudantes de Direito, estimulando a troca de conhecimentos e discutindo sobre temas atuais, como as reformas trabalhista e previdenciária, cyber crimes e processos criminais pós Operação Lava Jato.

O evento contará com a presença de palestrantes de fora do Estado, doutores em Direito formados pela Pontífice Universidade Católica (PUC), pela Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal do Piauí (UFPI), além de dois palestrantes vindos de Portugal.

Leia mais:

Sobre a reforma trabalhista, que entrará em vigor a partir de 14 de novembro deste ano, a ideia é trabalhar os aspectos práticos e teóricos. Em relação à reforma da previdência, que está sendo articulada para ser aprovada, precisa de dois terços. “A intenção da OAB é discutir o projeto de lei para apontar onde ele é falho”, disse Botelho.

Programação

A primeira palestra da conferência será sobre direitos sociais em tempos de crise: as reformas trabalhista e previdenciária, com Naiara Moraes, doutora em Direito pela UFPI.

A segunda palestra é justamente sobre o processo penal pós Lava-Jato, com Filipe Silveira, especialista em Direito Penal Econômico pela Universidade de Coimbra.

Haverá também palestras sobre critério de fixação de dano moral nos tribunais, com Alexandre Bonna, mestre pela UFPA; e no encerramento, a palestra será sobre um ano do novo código de ética; “Avanços, retrocessos ou estagnação da Advocacia?”, com Álvaro Gonzaga de Azevedo, pós-doutor pela Universidade Clássica de Lisboa. As inscrições estão sendo feitas pelo site da OAB.  (Chagas Filho)

Foto: Evangelista Rocha

 

Nesta quarta-feira (23) acontece em Marabá a I Conferência da Advocacia da Região Sudeste do Pará, que terá lugar na sede da subseção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O tema não poderia ser mais apropriado para esses tempos obscuros da política nacional: “A advocacia e a defesa da justiça social, da boa aplicação das leis e da rápida administração da Justiça”. A programação contará com palestras e painéis sobre assuntos relacionados às carreiras jurídicas.

De acordo com os advogados Rodrigo Botelho e Júlio Neto, que integram a comissão de organização da conferência, um dos objetivos é promover uma grande confraternização com a categoria e com os estudantes de Direito, estimulando a troca de conhecimentos e discutindo sobre temas atuais, como as reformas trabalhista e previdenciária, cyber crimes e processos criminais pós Operação Lava Jato.

O evento contará com a presença de palestrantes de fora do Estado, doutores em Direito formados pela Pontífice Universidade Católica (PUC), pela Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal do Piauí (UFPI), além de dois palestrantes vindos de Portugal.

Sobre a reforma trabalhista, que entrará em vigor a partir de 14 de novembro deste ano, a ideia é trabalhar os aspectos práticos e teóricos. Em relação à reforma da previdência, que está sendo articulada para ser aprovada, precisa de dois terços. “A intenção da OAB é discutir o projeto de lei para apontar onde ele é falho”, disse Botelho.

Programação

A primeira palestra da conferência será sobre direitos sociais em tempos de crise: as reformas trabalhista e previdenciária, com Naiara Moraes, doutora em Direito pela UFPI.

A segunda palestra é justamente sobre o processo penal pós Lava-Jato, com Filipe Silveira, especialista em Direito Penal Econômico pela Universidade de Coimbra.

Haverá também palestras sobre critério de fixação de dano moral nos tribunais, com Alexandre Bonna, mestre pela UFPA; e no encerramento, a palestra será sobre um ano do novo código de ética; “Avanços, retrocessos ou estagnação da Advocacia?”, com Álvaro Gonzaga de Azevedo, pós-doutor pela Universidade Clássica de Lisboa. As inscrições estão sendo feitas pelo site da OAB.  (Chagas Filho)

Foto: Evangelista Rocha

 

Comentários

Mais

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

Em recomendações conjuntas, o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) requisitaram uma série…
A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

Artes, maquiagens, receitas, discussões político-sociais, tutoriais, dicas, gatos…. tem um pouco de muito no perfil de Amanda Gil Cardoso de…
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

O salário mínimo em 2022 será de R$ 1.147 e não terá aumento acima da inflação, anunciou o Ministério da…
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (15) aumentos de R$ 0,10 (3,7%) no preço do diesel e de R$ 0,05 (1,9%) no…
Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

O programa Linha Verde aderiu à campanha “Abril Laranja”, que possui como objetivo conscientizar a população e prevenir o crime…
Sespa reforça necessidade de tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19

Sespa reforça necessidade de tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19

Para que a proteção à Covid-19 proporcionada pelas vacinas funcione como o previsto é necessário tomar as duas doses, tanto…