Correio de Carajás

Jovem de 22 anos é assassinada no Novo Horizonte

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Por volta de 16h30 desta quinta-feira, dia 17 de agosto, bandidos em uma motocicleta dispararam cerca de quatro tiros contra a jovem Jéssica Lima Moreira, de 22 anos. Ela trafegava a pé com uma colega e passava no momento na esquina da Rua Pedro Marinho de Oliveira com a Rio Vermelho, próximo à Praça do Novo Horizonte.

Segundo o pai de Jéssica, Gessi Lima Moreira, ela se envolveu com o presidiário Samuel Carvalho há cerca de dois anos. “Ele pulava o muro de casa e batia nela lá dentro. Quase ia perdendo minha vida por causa disso, porque eu ia revidar as pancadas que ele dava nela e ia matar ele. Só se separaram depois que ele foi preso. Mesmo assim, ela vivia indo lá no CRAMA visitar o rapaz”, revela, em tom de tristeza.

O pai disse que a filha não trabalha e subetende que ela “mexia” com coisa errada (venda de drogas). Revelou que Jéssica estava morando com uma amiga de prenome Duda, numa kit net na Folha 27.

Leia mais:

Cabo Neves, da Polícia Militar, disse que fazia ronda pelo núcleo Cidade Nova, quando recebeu informação que havia ocorrido homicídio perto da Praça do Novo Horizonte. “Quando chegamos aqui encontramos o corpo, já na calçada….Não levaram o celular dela. Não foi assalto, deixaram a bolsa com tudo que havia dentro”.

Policiais do Departamento de Homicídios estiveram no local para tomar as primeiras informações sobre o crime, mas ainda não têm suspeitas do autor ou autores.

Na bolsa de Jéssica, caída no chão, estavam escova de dente, creme dental, desodorante, caneta e um carregador de celular. No seu perfil no Facebook, ela se apresenta como Jéh Moreira e publicou várias fotos, inclusive com Samuel Carvalho, com quem se identificava no perfil como “casada” com ele.

Por volta de 16h30 desta quinta-feira, dia 17 de agosto, bandidos em uma motocicleta dispararam cerca de quatro tiros contra a jovem Jéssica Lima Moreira, de 22 anos. Ela trafegava a pé com uma colega e passava no momento na esquina da Rua Pedro Marinho de Oliveira com a Rio Vermelho, próximo à Praça do Novo Horizonte.

Segundo o pai de Jéssica, Gessi Lima Moreira, ela se envolveu com o presidiário Samuel Carvalho há cerca de dois anos. “Ele pulava o muro de casa e batia nela lá dentro. Quase ia perdendo minha vida por causa disso, porque eu ia revidar as pancadas que ele dava nela e ia matar ele. Só se separaram depois que ele foi preso. Mesmo assim, ela vivia indo lá no CRAMA visitar o rapaz”, revela, em tom de tristeza.

O pai disse que a filha não trabalha e subetende que ela “mexia” com coisa errada (venda de drogas). Revelou que Jéssica estava morando com uma amiga de prenome Duda, numa kit net na Folha 27.

Cabo Neves, da Polícia Militar, disse que fazia ronda pelo núcleo Cidade Nova, quando recebeu informação que havia ocorrido homicídio perto da Praça do Novo Horizonte. “Quando chegamos aqui encontramos o corpo, já na calçada….Não levaram o celular dela. Não foi assalto, deixaram a bolsa com tudo que havia dentro”.

Policiais do Departamento de Homicídios estiveram no local para tomar as primeiras informações sobre o crime, mas ainda não têm suspeitas do autor ou autores.

Na bolsa de Jéssica, caída no chão, estavam escova de dente, creme dental, desodorante, caneta e um carregador de celular. No seu perfil no Facebook, ela se apresenta como Jéh Moreira e publicou várias fotos, inclusive com Samuel Carvalho, com quem se identificava no perfil como “casada” com ele.

Comentários

Mais

Bando ataca carro forte que vinha para Marabá

Bando ataca carro forte que vinha para Marabá

Um carro forte da empresa Prosegur foi alvo de um bando de assaltantes na tarde desta quinta-feira, por volta de…
DECA é alvo de denúncia dos movimentos sociais

DECA é alvo de denúncia dos movimentos sociais

Documento assinado por 11 entidades que militam na área da luta pela terra e dos direitos humanos denunciam “despejos e…
Mulher é suspeita na morte de mototaxista

Mulher é suspeita na morte de mototaxista

A morte do mototaxista Josiel Mota da Silva gerou comoção e revolta na cidade de Anapu e resultou na destruição…
Furtos em veículos com tecnologia “Chapolin” voltam a acontecer em Marabá

Furtos em veículos com tecnologia “Chapolin” voltam a acontecer em Marabá

A Polícia Civil vem investigando crimes de furtos em veículos que estão sendo praticados com o uso de um mecanismo…
Jeep é abandonado com sangue e corpo é encontrado boiando no Itacaiunas

Jeep é abandonado com sangue e corpo é encontrado boiando no Itacaiunas

Dois fatos podem até não ter ligação, mas a Polícia Civil investiga ambos e tenta fazer uma conexão entre eles.…
Dupla é executada a tiros na frente de escola de Parauapebas

Dupla é executada a tiros na frente de escola de Parauapebas

Leonardo de Jesus Oliveira, de 23 anos, e Raimundo Nonato Peixoto, de 24 anos, foram executados a tiros na noite…