Correio de Carajás

Homem se mata com tiro acidental durante caçada

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A Polícia Civil de Parauapebas abriu inquérito para apurar a morte de Josué Rodrigues de Castro, de 34 anos, que teria sido atingido por um disparo acidental da própria arma enquanto caçava na região conhecida como Vicinal Pulga, na localidade de Alto Bonito, zona rural de Marabá, mas próxima de Parauapebas.

O corpo dele foi encontrado no final da tarde da última sexta-feira (18) por moradores da localidade. De acordo com o irmão da vítima, Dimas Rodrigues de Castro, José saiu de casa, na Vila Alto Bonito, por volta de 16 horas do dia anterior, quinta-feira (17), dizendo que iria caçar.

Na sexta-feira, à tarde, sua irmã, de prenome Ester, ficou sabendo que um homem tinha sido encontrado morto e foi até o local, ficando chocada ao perceber que se tratava do próprio irmão.

Leia mais:

Ele conta que a vítima tinha costume de caçar e sempre ia no final da tarde. Para Dimas, o tiro foi acidental e aconteceu na hora em que Josué tentou passar por uma cerca de arame.

Como ele estava como uma mochila nas costas, se agachou muito e acabou pressionando o gatilho da arma, uma espingarda artesanal, calibre 22, que disparou e o acertou no tórax.

O corpo foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML) de Parauapebas e o caso, apesar de ter ocorrido no município de Marabá, será investigado pela Delegacia de Parauapebas, onde foi registrado devido à proximidade. (Tina Santos, com informações de Ronaldo Modesto)

 

A Polícia Civil de Parauapebas abriu inquérito para apurar a morte de Josué Rodrigues de Castro, de 34 anos, que teria sido atingido por um disparo acidental da própria arma enquanto caçava na região conhecida como Vicinal Pulga, na localidade de Alto Bonito, zona rural de Marabá, mas próxima de Parauapebas.

O corpo dele foi encontrado no final da tarde da última sexta-feira (18) por moradores da localidade. De acordo com o irmão da vítima, Dimas Rodrigues de Castro, José saiu de casa, na Vila Alto Bonito, por volta de 16 horas do dia anterior, quinta-feira (17), dizendo que iria caçar.

Na sexta-feira, à tarde, sua irmã, de prenome Ester, ficou sabendo que um homem tinha sido encontrado morto e foi até o local, ficando chocada ao perceber que se tratava do próprio irmão.

Ele conta que a vítima tinha costume de caçar e sempre ia no final da tarde. Para Dimas, o tiro foi acidental e aconteceu na hora em que Josué tentou passar por uma cerca de arame.

Como ele estava como uma mochila nas costas, se agachou muito e acabou pressionando o gatilho da arma, uma espingarda artesanal, calibre 22, que disparou e o acertou no tórax.

O corpo foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML) de Parauapebas e o caso, apesar de ter ocorrido no município de Marabá, será investigado pela Delegacia de Parauapebas, onde foi registrado devido à proximidade. (Tina Santos, com informações de Ronaldo Modesto)

 

Comentários

Mais

Bando ataca carro forte que vinha para Marabá

Bando ataca carro forte que vinha para Marabá

Um carro forte da empresa Prosegur foi alvo de um bando de assaltantes na tarde desta quinta-feira, por volta de…
DECA é alvo de denúncia dos movimentos sociais

DECA é alvo de denúncia dos movimentos sociais

Documento assinado por 11 entidades que militam na área da luta pela terra e dos direitos humanos denunciam “despejos e…
Mulher é suspeita na morte de mototaxista

Mulher é suspeita na morte de mototaxista

A morte do mototaxista Josiel Mota da Silva gerou comoção e revolta na cidade de Anapu e resultou na destruição…
Furtos em veículos com tecnologia “Chapolin” voltam a acontecer em Marabá

Furtos em veículos com tecnologia “Chapolin” voltam a acontecer em Marabá

A Polícia Civil vem investigando crimes de furtos em veículos que estão sendo praticados com o uso de um mecanismo…
Jeep é abandonado com sangue e corpo é encontrado boiando no Itacaiunas

Jeep é abandonado com sangue e corpo é encontrado boiando no Itacaiunas

Dois fatos podem até não ter ligação, mas a Polícia Civil investiga ambos e tenta fazer uma conexão entre eles.…
Dupla é executada a tiros na frente de escola de Parauapebas

Dupla é executada a tiros na frente de escola de Parauapebas

Leonardo de Jesus Oliveira, de 23 anos, e Raimundo Nonato Peixoto, de 24 anos, foram executados a tiros na noite…