Correio de Carajás

Eclipse solar em Marabá é registrado em fotografia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
2 Visualizações

O fotógrafo marabaense Jordão Nunes registrou há pouco o eclipse solar ocorrido nesta tarde, segunda-feira (21). Os cliques foram feitos a partir do Bairro São Miguel da Conquista, no Núcleo Cidade Nova, em Marabá.

Os Estados Unidos foi o único país agraciado com a visão do eclipse total, fenômeno que ocorre quando as órbitas do sol e da lua se cruzam e ela fica entre o sol e a Terra. Ao bloquear totalmente os raios solares, a lua joga sombra na Terra.

No Brasil, o eclipse pôde ser visualizado parcialmente principalmente nas regiões Norte e Nordeste. No Pará, teve início pouco depois das 16 horas e terminou por volta das 18 horas, com quase 40% de visibilidade. 

Leia mais:

Nos Estados Unidos foram quase três minutos de completa escuridão em pelo menos duas cidades. Moradores de outras regiões da América do Norte e da América Central também presenciaram parcialmente o fenômeno.

Os eclipses solares ocorrem a cada período entre 18 e 22 meses, mas os mais comuns são os parciais ou anulares. (Luciana Marschall)

 

O fotógrafo marabaense Jordão Nunes registrou há pouco o eclipse solar ocorrido nesta tarde, segunda-feira (21). Os cliques foram feitos a partir do Bairro São Miguel da Conquista, no Núcleo Cidade Nova, em Marabá.

Os Estados Unidos foi o único país agraciado com a visão do eclipse total, fenômeno que ocorre quando as órbitas do sol e da lua se cruzam e ela fica entre o sol e a Terra. Ao bloquear totalmente os raios solares, a lua joga sombra na Terra.

No Brasil, o eclipse pôde ser visualizado parcialmente principalmente nas regiões Norte e Nordeste. No Pará, teve início pouco depois das 16 horas e terminou por volta das 18 horas, com quase 40% de visibilidade. 

Nos Estados Unidos foram quase três minutos de completa escuridão em pelo menos duas cidades. Moradores de outras regiões da América do Norte e da América Central também presenciaram parcialmente o fenômeno.

Os eclipses solares ocorrem a cada período entre 18 e 22 meses, mas os mais comuns são os parciais ou anulares. (Luciana Marschall)

 

Comentários

Mais

Brasil deve receber mais de 842 mil doses da vacina da Pfizer em junho

Brasil deve receber mais de 842 mil doses da vacina da Pfizer em junho

O Brasil vai receber 842.400 doses da vacina da farmacêutica Pfizer/BioNTech contra a covid-19. A informação foi dada pelos coordenadores…
Fórum discute desafios à garantia de direitos da pessoa idosa

Fórum discute desafios à garantia de direitos da pessoa idosa

Teve início hoje (13) o 1º Fórum Nacional da Pessoa Idosa. O evento, organizado pelo Ministério da Mulher, Família e…
Psicóloga orienta pais a ouvirem e validarem queixas dos filhos

Psicóloga orienta pais a ouvirem e validarem queixas dos filhos

Depois de todo o país se chocar com a morte do menino Henry, de 4 anos, no Rio de Janeiro,…
Sexta edição do FIA Cinefront estreia em plataforma de streaming nesta quinta

Sexta edição do FIA Cinefront estreia em plataforma de streaming nesta quinta

Com exibição em plataforma de streaming própria, a abertura oficial do 6º Festival Internacional Amazônida de Cinema de Fronteira, o…
Filhote de onça preta é resgatado em Novo Progresso

Filhote de onça preta é resgatado em Novo Progresso

Moradores de Novo Progresso, sudoeste do Pará, resgataram um filhote de onça preta. De acordo com testemunhas, o animal estava…
Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea

Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea

Pelo segundo mês consecutivo, o Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda registrou, em março, alta da taxa para…