Correio de Carajás

Deixa eu te contar como foi o FIRE 2017, maior evento de empreendedorismo digital do Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Oi, gente!

Já estávamos morrendo de saudade dos nossos encontros por aqui. Semana passada, como informamos a vocês, estávamos em Belo Horizonte, Minas Gerais, para participarmos da edição do Fire 2017. Um evento da Hotmart que revoluciona o mercado de Marketing e Empreendedorismo Digital no Brasil e que é quase uma obrigatoriedade para quem trabalha com internet atualmente.

A Hotmart, para contextualizar a todos, é a maior empresa especializada na venda e distribuição de produtos digitais da América Latina, líder de mercado desde sua fundação, em 2011. Em intenso processo de internacionalização, a empresa já possui mais de 800 mil usuários em sua plataforma, cerca de 70 mil produtos cadastrados e transações realizadas em 166 países.

Leia mais:

Além de tudo isso, a Hotmart é a idealizadora do FIRE. Como mencionado acima, um evento de marketing e empreendedorismo digital que aos poucos vai se tornando a grande referência no mercado digital brasileiro. Não é por menos que a cidade de Belo Horizonte, hoje, é considerada o nosso Vale do Silício. Só a capital mineira possui uma média de 400 startups ativas e em funcionamento. Uma forte expressão da força jovem e empreendedora nacional.

Foram dois dias intensos de pura diversão, conhecimento, networking e conteúdo. Tudo isso acontecendo no Palácio das Artes, com espaços dedicados a participação de expositores, onde tínhamos um amplo lounge com a presença de grandes empresas do mercado digital.  Empreendimentos como ‘12 minutos’, ‘Enotas’, ‘Robos.Im’, ‘Klickpages’ e espaços dedicados a comercialização de produtos da própria Hotmart como a Hotmart Store (lojinha) e Stand Sparkle.

A grandeza do evento se firmou com a presença de participantes, palestrantes de renome nacional e internacional. Gigantes do mercado como Coca Cola, BMW, Nubank, YouTube foram algumas das estrelas que engrandeceram os dois dias. A terceira edição do FIRE deu continuidade também ao Palco Hotmart Academy – que é uma atividade para quem busca conteúdos mais específicos e técnicos, funcionando como uma verdadeira aula, com a presença de especialistas do mercado de produtos digitais.

Mas a nossa participação e o que vamos discorrer por aqui será focado na programação geral do FIRE, ou seja, o que acontecia no palco principal. Como participantes de primeira viagem, tínhamos a intenção de acompanhar a programação geral, conhecer de perto esse mercado digital, que é um dos que mais crescem no mundo, na contramão da crise brasileira, e realizar um networking tendo como visão a região de Marabá e o contexto em que estamos inseridos.

No primeiro dia, 16/08, após realizarmos check-in e pegarmos a devida credencial era hora de se dirigir ao auditório e presenciar uma surra de conteúdos compartilhados das 9 horas até às 22h30 em ambos os dias. Sim, senhores! Uma descarga de conteúdo referente a marketing digital e empreendedorismo em seus diversos aspectos.

João Pedro Resende, cofundador e CEO da Hotmart deu as boas-vindas aos participantes fazendo uma retrospectiva de como surgiu a empresa Hotmart e o evento FIRE no país. Ele pontuou que Belo Horizonte é hoje um polo tecnológico no Brasil, onde temos um grande ecossistema tecnológico com produção de tecnologia e criação de info produtos. Alguns temas relevantes e atuais foram apontados na fala de abertura de João, tais como, atitudes disruptivas, inovação, Bitcoin (moeda digital), economia de acesso, novos empregos, educação on-line e o grande mercado de educação digital.

Depois de Joao Resende, foi a vez de Fernanda Cerávolo – diretora do YouTube Brasil subir ao palco do FIRE 2017. Cerávolo fez um apanhado geral dos anos de YouTube no Brasil, relembrando os grandes vídeos que viralizaram na internet e mostrando em números o potencial presente no YouTube atualmente nos mercados de beleza, para jovens, tutoriais e web series.

Para ela, ainda estamos na Pré-História da Comunicação sem barreiras e em um novo mundo totalmente conectado. Terminou sua apresentação com a exibição de um clip de música da cantora M.I.A e sinalizando para o poder e representatividade e voz que a tecnologia pode proporcionar as mulheres de todo o mundo. Emocionante!

Na sequência, tivemos o guru do Marketing Digital, Conrado Adolpho, que é empresário, palestrante e autor do método “Os 8P’s do Marketing Digital”. Conrado abordou sobre o ‘Marketing de Relacionamento’ com o cliente ao longo do tempo, tendo como exemplos referências como a Amazon. Um papo de tráfego e taxa de conversão para modelos de negócios na internet. Para ele a internet serve para escalar as pessoas e os negócios. Simplesmente fera esse cara!

Em seguida quem tomou espaço de fala no palco principal foi Diego de Oliveira, Gerente de Comunicação e Marketing Integrado da Coca-Cola. Em uma apresentação emocionante Diego abordou sobre o novo modelo de comunicação da empresa, os desafios existentes no mercado e alguns fundamentos que permeiam a nova comunicação da Coca no Brasil e no mundo.

Entre os cases de sucesso apresentados destacamos dois super criativos quando o assunto é marketing e redes sociais.

A campanha Matte Leão ‘Só Lazer’ que envolveu as pessoas das comunidades da baixada fluminense em um mapeamento cultural que deu voz aos membros da comunidade e posteriormente gerou um excelente material publicitário. Outro case foi a produção de latinhas de Coca em cima da expressão popular “Essa Coca é Fanta” em uma campanha de combate a homofobia no país.

Diego ressaltou que a sua ousadia juntamente com a do Comitê de Política e Gênero que existe dentro da empresa, se configura como a responsável pela abertura de um novo modelo de diálogo empresa x cliente atualmente.

Após o almoço, quem retomou as atividades do palco principal foi a escritora e coach Paula Abreu. Com um papo sobre a importância das Lives na internet atualmente. Ela, que fez um ano de lives no Periscope, entrando todos os dias na rede. Conseguiu conectar até 2500 pessoas ao vivo em um único dia.

O papo do ‘estar ao vivo’ nas redes passou também pelo Insta Stories e Facebook. Compartilhar a sua própria história é algo que interessa aos outros. Conte de verdade, seja honesto e conte do seu jeito foram alguns dos insights de Paula. E acima de tudo, desconstrua esse mito de que lives, stories é apenas para adolescentes, blogueiras ou celebridades.  

No período da tarde ainda tivemos Samuel Pereira do “Segredos da Audiência” e Vitor Peçanha da “Rock Content”. Ambos falaram sobre audiência, e-commerce, ranqueamento, algoritmos e produtos digitais. Era uma aula atrás da outra de marketing digital. Aubrey de Grey que é biomédico gerontologista, cientista e pesquisador veio dos USA, mais especificamente de Cambridge para falar sobres os avanços da medicina relacionado ao envelhecimento humano.

Já era noite do primeiro dia e uma maratona de palestras a acontecer ainda estava programada.

David Vélez – CEO, fundador e principal investidor do Nubank fez um bate papo com João Resende da Hotmart. Falou do DNA da empresa, do início do banco e acredita que a gênese de uma empresa se constrói nos três primeiros meses de vida mercadológica.  Neil Patel da Crazyegge e Hello Bar era mais um dos gringos do pit do FIRE 2017. Era hora de discutir tráfego pago e orgânico nas redes sociais, ranking de conteúdo, leads, segmentação, nichos e persona. Patel sabe muito do assunto.

Fechando o primeiro dia de maratona do FIRE, tivemos Roberto Altenhofen que é economista, analista de investimentos e sócio da Empiricus com uma palestra de relatórios financeiros, economia e mercado de valores. E para encerrar com leveza e descontração Pyong Lee, que é youtuber e ilusionista. O moleque falou sobre canais no YouTuber, como aumentar seus seguidores e outras dicas como conteúdo, consistência, trabalho colaborativo na rede e crença naquilo que você faz.     

No segundo dia, 17/08, tivemos na abertura Rafa Prado da ‘100 Graus’, que compartilhou conhecimentos e experiências que vem acumulando por onde passa. Jovem influente quando o assunto é empreendedorismo, atitudes de impacto no mercado de trabalho, protagonismo e relacionamento empresarial. Presença constante em eventos internacionais. Um motivador nato! Cedendo espaço para a palestra de João Veloso Junior, da comunicação da BMW. Junior apresentou o processo de comunicação da BMW, falou de internet das coisas, carros inteligentes e o que a empresa pensa para o futuro.

Rodrigo Vinhas e Leonardo Ladeira da ‘MBR – e.gratitude’ trouxe um outro nicho de mercado, referente a gestão de carreiras de artistas e marketing digital deste segmento. Com um portfólio de artistas de peso a dupla ressalta a importância de se vender uma ideia, gerar impacto e a criação de um info produto para artistas.

O famoso Erico Rocha da ‘Ignição Digital’ veio na sequência com mais uma super palestra. Especialista em Marketing Digital para pequenos negócios online do Brasil ele tem canal no YouTube, livro com recorde de vendas “Como Alavancar Suas Vendas ou Criar Um Negócio Digital 100% do Zero” e foi outro ponto alto do FIRE 2017.

Giordano Narada da ‘Maisdoqueideias’ e Rafael Albertoni da ‘Sociedade Brasileira de Copywriting’ vieram na sequência. Destaque para o Rafael Albertoni que deu uma aula de Copywriting, um mercado que está em grande ascensão. Para ele compramos com a emoção e justificamos com a razão. 

No meio da tarde tivemos um painel com o tema “Profissão Internet’ com alguns blogueiros (Lu Ferreira do ‘Chata de Galocha’ e os ‘Desimpedidos’ – o maior canal de futebol do mundo em número de inscritos e visualizações no YouTube).

Como o assunto era blog e mercados afins, a Hotmart trouxe para também a presença de Patrícia Brazil do ‘Grupo It Brazil’. Grupo que gerencia a carreira das grandes blogueiras brasileiras. Patrícia abordou os cinco passos de sucesso para se tornar um blogueira de grande visibilidade no mercado atual. Foi uma das palestras mais concorridas do dia. Um nicho em desenvolvimento! 

O americano Jonah Berger, que é professor na Universidade da Pensylvania e PhD em viralização de conteúdo instigou os participantes. A indagação era: ‘como produzimos o nosso marketing atualmente?’. Foco total nos aspectos psicológicos para trabalhar a viralização nas redes. Rodrigo Morais e Luciana Volponi da ‘Web Mentoring’, Fábio Ricotta da ‘Agência Mestre’, Pedro Superti da ‘Escola Para o Alto e Avante’ e Rodrigo Borges da ‘Domo Invest’ também estiveram no palco do FIRE 2017. 

Foi sensacional, foi fantástico!  A sensação ao sair do evento era de cabeça a mil por horas com tanta informação e conteúdo. Fico com alguns insights da nossa participação:                                                                              

1)   Diante dos índices de falta de emprego que nos encontramos, temos um mercado novo, promissor e com grandes oportunidades.

2)   Tem muito mercado a ser explorado na região Norte, em especial, no Sul e Sudeste do Pará.

3)   Conhecimento é algo que não para. Você chega sem saber muito e sai consciente de que ainda tem muito a aprender.

4)   Faça o que você ama, busque isso incessantemente.

5)  Quantas vezes não ouvi gente falando que internet era algo fútil, brincadeira de moleque e que redes sociais eram apenas um passatempo. Hoje, temos um grande mercado gerando renda, qualificando profissionais e formando um novo panorama de profissões.

 

Até o próximo encontro! 

Oi, gente!

Já estávamos morrendo de saudade dos nossos encontros por aqui. Semana passada, como informamos a vocês, estávamos em Belo Horizonte, Minas Gerais, para participarmos da edição do Fire 2017. Um evento da Hotmart que revoluciona o mercado de Marketing e Empreendedorismo Digital no Brasil e que é quase uma obrigatoriedade para quem trabalha com internet atualmente.

A Hotmart, para contextualizar a todos, é a maior empresa especializada na venda e distribuição de produtos digitais da América Latina, líder de mercado desde sua fundação, em 2011. Em intenso processo de internacionalização, a empresa já possui mais de 800 mil usuários em sua plataforma, cerca de 70 mil produtos cadastrados e transações realizadas em 166 países.

Além de tudo isso, a Hotmart é a idealizadora do FIRE. Como mencionado acima, um evento de marketing e empreendedorismo digital que aos poucos vai se tornando a grande referência no mercado digital brasileiro. Não é por menos que a cidade de Belo Horizonte, hoje, é considerada o nosso Vale do Silício. Só a capital mineira possui uma média de 400 startups ativas e em funcionamento. Uma forte expressão da força jovem e empreendedora nacional.

Foram dois dias intensos de pura diversão, conhecimento, networking e conteúdo. Tudo isso acontecendo no Palácio das Artes, com espaços dedicados a participação de expositores, onde tínhamos um amplo lounge com a presença de grandes empresas do mercado digital.  Empreendimentos como ‘12 minutos’, ‘Enotas’, ‘Robos.Im’, ‘Klickpages’ e espaços dedicados a comercialização de produtos da própria Hotmart como a Hotmart Store (lojinha) e Stand Sparkle.

A grandeza do evento se firmou com a presença de participantes, palestrantes de renome nacional e internacional. Gigantes do mercado como Coca Cola, BMW, Nubank, YouTube foram algumas das estrelas que engrandeceram os dois dias. A terceira edição do FIRE deu continuidade também ao Palco Hotmart Academy – que é uma atividade para quem busca conteúdos mais específicos e técnicos, funcionando como uma verdadeira aula, com a presença de especialistas do mercado de produtos digitais.

Mas a nossa participação e o que vamos discorrer por aqui será focado na programação geral do FIRE, ou seja, o que acontecia no palco principal. Como participantes de primeira viagem, tínhamos a intenção de acompanhar a programação geral, conhecer de perto esse mercado digital, que é um dos que mais crescem no mundo, na contramão da crise brasileira, e realizar um networking tendo como visão a região de Marabá e o contexto em que estamos inseridos.

No primeiro dia, 16/08, após realizarmos check-in e pegarmos a devida credencial era hora de se dirigir ao auditório e presenciar uma surra de conteúdos compartilhados das 9 horas até às 22h30 em ambos os dias. Sim, senhores! Uma descarga de conteúdo referente a marketing digital e empreendedorismo em seus diversos aspectos.

João Pedro Resende, cofundador e CEO da Hotmart deu as boas-vindas aos participantes fazendo uma retrospectiva de como surgiu a empresa Hotmart e o evento FIRE no país. Ele pontuou que Belo Horizonte é hoje um polo tecnológico no Brasil, onde temos um grande ecossistema tecnológico com produção de tecnologia e criação de info produtos. Alguns temas relevantes e atuais foram apontados na fala de abertura de João, tais como, atitudes disruptivas, inovação, Bitcoin (moeda digital), economia de acesso, novos empregos, educação on-line e o grande mercado de educação digital.

Depois de Joao Resende, foi a vez de Fernanda Cerávolo – diretora do YouTube Brasil subir ao palco do FIRE 2017. Cerávolo fez um apanhado geral dos anos de YouTube no Brasil, relembrando os grandes vídeos que viralizaram na internet e mostrando em números o potencial presente no YouTube atualmente nos mercados de beleza, para jovens, tutoriais e web series.

Para ela, ainda estamos na Pré-História da Comunicação sem barreiras e em um novo mundo totalmente conectado. Terminou sua apresentação com a exibição de um clip de música da cantora M.I.A e sinalizando para o poder e representatividade e voz que a tecnologia pode proporcionar as mulheres de todo o mundo. Emocionante!

Na sequência, tivemos o guru do Marketing Digital, Conrado Adolpho, que é empresário, palestrante e autor do método “Os 8P’s do Marketing Digital”. Conrado abordou sobre o ‘Marketing de Relacionamento’ com o cliente ao longo do tempo, tendo como exemplos referências como a Amazon. Um papo de tráfego e taxa de conversão para modelos de negócios na internet. Para ele a internet serve para escalar as pessoas e os negócios. Simplesmente fera esse cara!

Em seguida quem tomou espaço de fala no palco principal foi Diego de Oliveira, Gerente de Comunicação e Marketing Integrado da Coca-Cola. Em uma apresentação emocionante Diego abordou sobre o novo modelo de comunicação da empresa, os desafios existentes no mercado e alguns fundamentos que permeiam a nova comunicação da Coca no Brasil e no mundo.

Entre os cases de sucesso apresentados destacamos dois super criativos quando o assunto é marketing e redes sociais.

A campanha Matte Leão ‘Só Lazer’ que envolveu as pessoas das comunidades da baixada fluminense em um mapeamento cultural que deu voz aos membros da comunidade e posteriormente gerou um excelente material publicitário. Outro case foi a produção de latinhas de Coca em cima da expressão popular “Essa Coca é Fanta” em uma campanha de combate a homofobia no país.

Diego ressaltou que a sua ousadia juntamente com a do Comitê de Política e Gênero que existe dentro da empresa, se configura como a responsável pela abertura de um novo modelo de diálogo empresa x cliente atualmente.

Após o almoço, quem retomou as atividades do palco principal foi a escritora e coach Paula Abreu. Com um papo sobre a importância das Lives na internet atualmente. Ela, que fez um ano de lives no Periscope, entrando todos os dias na rede. Conseguiu conectar até 2500 pessoas ao vivo em um único dia.

O papo do ‘estar ao vivo’ nas redes passou também pelo Insta Stories e Facebook. Compartilhar a sua própria história é algo que interessa aos outros. Conte de verdade, seja honesto e conte do seu jeito foram alguns dos insights de Paula. E acima de tudo, desconstrua esse mito de que lives, stories é apenas para adolescentes, blogueiras ou celebridades.  

No período da tarde ainda tivemos Samuel Pereira do “Segredos da Audiência” e Vitor Peçanha da “Rock Content”. Ambos falaram sobre audiência, e-commerce, ranqueamento, algoritmos e produtos digitais. Era uma aula atrás da outra de marketing digital. Aubrey de Grey que é biomédico gerontologista, cientista e pesquisador veio dos USA, mais especificamente de Cambridge para falar sobres os avanços da medicina relacionado ao envelhecimento humano.

Já era noite do primeiro dia e uma maratona de palestras a acontecer ainda estava programada.

David Vélez – CEO, fundador e principal investidor do Nubank fez um bate papo com João Resende da Hotmart. Falou do DNA da empresa, do início do banco e acredita que a gênese de uma empresa se constrói nos três primeiros meses de vida mercadológica.  Neil Patel da Crazyegge e Hello Bar era mais um dos gringos do pit do FIRE 2017. Era hora de discutir tráfego pago e orgânico nas redes sociais, ranking de conteúdo, leads, segmentação, nichos e persona. Patel sabe muito do assunto.

Fechando o primeiro dia de maratona do FIRE, tivemos Roberto Altenhofen que é economista, analista de investimentos e sócio da Empiricus com uma palestra de relatórios financeiros, economia e mercado de valores. E para encerrar com leveza e descontração Pyong Lee, que é youtuber e ilusionista. O moleque falou sobre canais no YouTuber, como aumentar seus seguidores e outras dicas como conteúdo, consistência, trabalho colaborativo na rede e crença naquilo que você faz.     

No segundo dia, 17/08, tivemos na abertura Rafa Prado da ‘100 Graus’, que compartilhou conhecimentos e experiências que vem acumulando por onde passa. Jovem influente quando o assunto é empreendedorismo, atitudes de impacto no mercado de trabalho, protagonismo e relacionamento empresarial. Presença constante em eventos internacionais. Um motivador nato! Cedendo espaço para a palestra de João Veloso Junior, da comunicação da BMW. Junior apresentou o processo de comunicação da BMW, falou de internet das coisas, carros inteligentes e o que a empresa pensa para o futuro.

Rodrigo Vinhas e Leonardo Ladeira da ‘MBR – e.gratitude’ trouxe um outro nicho de mercado, referente a gestão de carreiras de artistas e marketing digital deste segmento. Com um portfólio de artistas de peso a dupla ressalta a importância de se vender uma ideia, gerar impacto e a criação de um info produto para artistas.

O famoso Erico Rocha da ‘Ignição Digital’ veio na sequência com mais uma super palestra. Especialista em Marketing Digital para pequenos negócios online do Brasil ele tem canal no YouTube, livro com recorde de vendas “Como Alavancar Suas Vendas ou Criar Um Negócio Digital 100% do Zero” e foi outro ponto alto do FIRE 2017.

Giordano Narada da ‘Maisdoqueideias’ e Rafael Albertoni da ‘Sociedade Brasileira de Copywriting’ vieram na sequência. Destaque para o Rafael Albertoni que deu uma aula de Copywriting, um mercado que está em grande ascensão. Para ele compramos com a emoção e justificamos com a razão. 

No meio da tarde tivemos um painel com o tema “Profissão Internet’ com alguns blogueiros (Lu Ferreira do ‘Chata de Galocha’ e os ‘Desimpedidos’ – o maior canal de futebol do mundo em número de inscritos e visualizações no YouTube).

Como o assunto era blog e mercados afins, a Hotmart trouxe para também a presença de Patrícia Brazil do ‘Grupo It Brazil’. Grupo que gerencia a carreira das grandes blogueiras brasileiras. Patrícia abordou os cinco passos de sucesso para se tornar um blogueira de grande visibilidade no mercado atual. Foi uma das palestras mais concorridas do dia. Um nicho em desenvolvimento! 

O americano Jonah Berger, que é professor na Universidade da Pensylvania e PhD em viralização de conteúdo instigou os participantes. A indagação era: ‘como produzimos o nosso marketing atualmente?’. Foco total nos aspectos psicológicos para trabalhar a viralização nas redes. Rodrigo Morais e Luciana Volponi da ‘Web Mentoring’, Fábio Ricotta da ‘Agência Mestre’, Pedro Superti da ‘Escola Para o Alto e Avante’ e Rodrigo Borges da ‘Domo Invest’ também estiveram no palco do FIRE 2017. 

Foi sensacional, foi fantástico!  A sensação ao sair do evento era de cabeça a mil por horas com tanta informação e conteúdo. Fico com alguns insights da nossa participação:                                                                              

1)   Diante dos índices de falta de emprego que nos encontramos, temos um mercado novo, promissor e com grandes oportunidades.

2)   Tem muito mercado a ser explorado na região Norte, em especial, no Sul e Sudeste do Pará.

3)   Conhecimento é algo que não para. Você chega sem saber muito e sai consciente de que ainda tem muito a aprender.

4)   Faça o que você ama, busque isso incessantemente.

5)  Quantas vezes não ouvi gente falando que internet era algo fútil, brincadeira de moleque e que redes sociais eram apenas um passatempo. Hoje, temos um grande mercado gerando renda, qualificando profissionais e formando um novo panorama de profissões.

 

Até o próximo encontro! 

Comentários

Mais

Crônica de ninar para um Levi recém-chegado

Crônica de ninar para um Levi recém-chegado

Levi, o primogênito de Jéssika (com K mesmo) e Felipe Lincoln acaba de chegar ao mundo. A um mundo muito…

Síndrome do Desgaste Profissional

O termo, Síndrome do Desgaste Profissional ou Síndrome de Burnout, foi criado pelo psiquiatra inglês Herbert Freundenberg no ano 1974,…
CRÔNICA OURIÇO CHEIO

CRÔNICA OURIÇO CHEIO

Quando a vida no seu curso quase que natural me convocou à definição de que rumo profissional seguir, fiz falar…
Coluna Carlos Mendes

Coluna Carlos Mendes

Contas em Portugal O ex-secretário da Sefa, Nilo Noronha,que atuou no governo de Simão Jatene, lavrou uma procuração ao advogado…
Coluna Carlos Mendes

Coluna Carlos Mendes

Fonte e crime O sigilo da fonte na atividade jornalística sempre foi e será – menos nas ditaduras de esquerda…
Bilhões para quem?

Bilhões para quem?

Bilhões para quem? Os municípios de Parauapebas e Canaã dos Carajás não cansam de quebrar seus próprios recordes em matéria…