Cerca de 500 agricultores das Vilas Novo Paraíso e Fortaleza, em São Geraldo do Araguaia, participaram de reunião com representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), no último dia 9, para orientações de como acelerar o processo de regularização fundiária dos Projetos de Assentamento Rural (PAs) que estão em fase final de titulação dos lotes.

HOME DESTAQUE
TH SISTEMAS
gasparim
ALICERCE

Conforme antecipado por esse CORREIO, foram duas reuniões, uma em cada vila, do cronograma de ações previstas para cumprimento da meta de emitir 500 títulos definitivos em São Geraldo do Araguaia, ainda este ano. Conforme calendário da unidade local apresentado nos dois encontros, até dia 30 deste mês deve ser entregue os títulos definitivos aos produtores dos assentamentos Lagoa Bonita, Miguel Gomes, Vale do Mucura 2 e Bom Lugar.

#ANUNCIO

Representando o Incra, participaram das reuniões o superintendente interino da SR-27, Valcinei Ferreira Gomes; o chefe da Unidade Avançada do Incra de São Geraldo do Araguaia, Leandro de Sá. Em nome dos agricultores, participaram os presidentes dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais (STTR) de São Geraldo do Araguaia e de Piçarra, Sandra Domingues e João Batista, respectivamente; vários presidentes de associações de projetos de assentamentos de São Geraldo do Araguaia, além de outros filiados.

Convidado pelo chefe da Unidade do Incra de São Geraldo, Leandro de Sá, o deputado estadual João Chamon também participou das reuniões. Participaram ainda da reunião na vila Novo Paraíso, o prefeito de São Geraldo do Araguaia, Edilson Carvalho e os vereadores Professor Fábio e Irmão Edilson; além do vice-prefeito de Piçarra, Reginaldo Negreiros e do vereador Marcos do PT, também de Piçarra.

PRODUTORES

A Reportagem acompanhou as duas reuniões e ouviu opinião dos agricultores sobre o assunto. Para o produtor rural Misael Ribeiro de Sousa, 42 anos, a reunião serviu para tirar as dúvidas dos assentados sobre o processo de emissão dos documentos definitivos dos lotes. “Agora sei que é necessário fazer o georreferenciamento do lote que ocupo para receber o título definitivo. Vamos reunir os demais membros da associação para orientar e incentivar os outros companheiros que ainda não fizeram a medição da área para que todos possam receber o título”, disse.

Outro agricultor que também gostou da reunião foi o presidente da Associação do PA Lagoa Bonita, Crisanto Dias da Silva. Ele reconheceu a importância do encontro para os assentados e disse que está contando os dias para receber o documento de seu lote. “O representante do Incra disse que vamos receber os títulos definitivos ainda este mês. Estou confiante de que depois de 30 anos ocupando uma parcela de terra vou poder dizer que ela é realmente minha”, exclamou com um longo sorriso.

Durante explanação, foi orientado aos agricultores que ainda não estão cadastrados no banco de dados do Incra procurar a unidade do órgão, em São Geraldo, a fim de regularizar o cadastro para serem incluídos na Relação de Beneficiários (RB) do instituto para gerar processos de titulação de lotes, dos PAs que já estão criados.

INCRA

Ouvido pelo CORREIO, o superintendente interino do Incra, Valcinei Gomes, classificou as reuniões como dinâmicas e participativas. “As duas reuniões foram muito importantes para o Incra e para os assentados. Foram esclarecidas muitas dúvidas sobre os procedimentos do processo de titulação dos lotes”, avaliou.

REGIONAL

O chefe da unidade avançada do Incra de São Geraldo do Araguaia, Leandro de Sá, elogiou a ampla participação da comunidade nos encontros. “A visita de um superintendente do Incra na comunidade para conhecer in loco a situação dos assentados representa o empenho do órgão em concluir os processos, emitir os títulos e entregar aos produtores rurais”, ressaltou.

Leandro reforçou a necessidade de os assentados comparecerem à unidade do Incra para atualizar os cadastros na base de dados do órgão. Ele explicou também como deve proceder as associações dos Projetos de Assentamentos que ainda estão pendentes com documentação exigidas pelo órgão federal para emissão de títulos.

Ainda conforme Leandro, a associação deve informar ao Incra que vai realizar medição e demarcação do perímetro do projeto de assentamento e dos lotes dos assentados. Após isso, apresentar ata de reunião da associação indicando o nome da empresa técnica escolhida em assembleia da entidade para realizar o georreferenciamento dos lotes e da área. O chefe da unidade alertou aos produtores para pesquisar se a empresa a ser contratada estar credenciada na base de dados do Incra.

MUNICÍPIO

Para o prefeito de São Geraldo, Edilson Carvalho, a entrega dos títulos definitivos aos agricultores representa mais uma oportunidade de crescimento econômico do agronegócio no município. “Enquanto gestor, sou um dos parceiros empenhados para que o Incra entregue título para todos os agricultores do município que ainda não receberam seu documento. Entendo que o título definitivo do lote nas mãos do produtor rural abre portas dos bancos e, consequentemente, gera mais oportunidades para aquecer a economia do município” ressaltou.

DEPUTADO

Convidado por Leandro de Sá para participar das reuniões, o deputado estadual João Chamon avaliou os dois encontros como positivos e proveitosos. Ao CORREIO, ele disse que é uma importante oportunidade de um parlamentar acompanhar de perto a realidade do homem do campo, bem como conhecer as condições das estradas e pontes que dão acesso a alguns projetos de assentamentos de São Geraldo do Araguaia.

“Enquanto deputado estadual estou acompanhando de perto o andamento de todo o processo que envolve a titulação dos lotes desses projetos de assentamento. Minha participação nessas reuniões tem objetivo de dar minha contribuição para que os produtores rurais possam ter a garantia do título de sua propriedade e assim obter melhores linhas de créditos, e com isso estimular ainda mais o desenvolvimento econômico e social de nossa região”, enfatizou.

O deputado oportunizou o momento para informar aos agricultores sobre sua atuação no parlamento paraense. “Ouvimos os trabalhadores, prestamos contas de nosso mandato e, com grande entusiasmo, presenciamos a grande ação do Instituto na retomada de centenas de processos de titulação fundiária na região. Na ocasião ainda pude rever grandes amigos, um momento muito especial. Com Deus no comando, sempre!”, escreveu Chamon em nas redes sociais. (Nilson Amaral-freelancer)

 

Cerca de 500 agricultores das Vilas Novo Paraíso e Fortaleza, em São Geraldo do Araguaia, participaram de reunião com representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), no último dia 9, para orientações de como acelerar o processo de regularização fundiária dos Projetos de Assentamento Rural (PAs) que estão em fase final de titulação dos lotes.

Conforme antecipado por esse CORREIO, foram duas reuniões, uma em cada vila, do cronograma de ações previstas para cumprimento da meta de emitir 500 títulos definitivos em São Geraldo do Araguaia, ainda este ano. Conforme calendário da unidade local apresentado nos dois encontros, até dia 30 deste mês deve ser entregue os títulos definitivos aos produtores dos assentamentos Lagoa Bonita, Miguel Gomes, Vale do Mucura 2 e Bom Lugar.

#ANUNCIO

Representando o Incra, participaram das reuniões o superintendente interino da SR-27, Valcinei Ferreira Gomes; o chefe da Unidade Avançada do Incra de São Geraldo do Araguaia, Leandro de Sá. Em nome dos agricultores, participaram os presidentes dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais (STTR) de São Geraldo do Araguaia e de Piçarra, Sandra Domingues e João Batista, respectivamente; vários presidentes de associações de projetos de assentamentos de São Geraldo do Araguaia, além de outros filiados.

Convidado pelo chefe da Unidade do Incra de São Geraldo, Leandro de Sá, o deputado estadual João Chamon também participou das reuniões. Participaram ainda da reunião na vila Novo Paraíso, o prefeito de São Geraldo do Araguaia, Edilson Carvalho e os vereadores Professor Fábio e Irmão Edilson; além do vice-prefeito de Piçarra, Reginaldo Negreiros e do vereador Marcos do PT, também de Piçarra.

PRODUTORES

A Reportagem acompanhou as duas reuniões e ouviu opinião dos agricultores sobre o assunto. Para o produtor rural Misael Ribeiro de Sousa, 42 anos, a reunião serviu para tirar as dúvidas dos assentados sobre o processo de emissão dos documentos definitivos dos lotes. “Agora sei que é necessário fazer o georreferenciamento do lote que ocupo para receber o título definitivo. Vamos reunir os demais membros da associação para orientar e incentivar os outros companheiros que ainda não fizeram a medição da área para que todos possam receber o título”, disse.

Outro agricultor que também gostou da reunião foi o presidente da Associação do PA Lagoa Bonita, Crisanto Dias da Silva. Ele reconheceu a importância do encontro para os assentados e disse que está contando os dias para receber o documento de seu lote. “O representante do Incra disse que vamos receber os títulos definitivos ainda este mês. Estou confiante de que depois de 30 anos ocupando uma parcela de terra vou poder dizer que ela é realmente minha”, exclamou com um longo sorriso.

Durante explanação, foi orientado aos agricultores que ainda não estão cadastrados no banco de dados do Incra procurar a unidade do órgão, em São Geraldo, a fim de regularizar o cadastro para serem incluídos na Relação de Beneficiários (RB) do instituto para gerar processos de titulação de lotes, dos PAs que já estão criados.

INCRA

Ouvido pelo CORREIO, o superintendente interino do Incra, Valcinei Gomes, classificou as reuniões como dinâmicas e participativas. “As duas reuniões foram muito importantes para o Incra e para os assentados. Foram esclarecidas muitas dúvidas sobre os procedimentos do processo de titulação dos lotes”, avaliou.

REGIONAL

O chefe da unidade avançada do Incra de São Geraldo do Araguaia, Leandro de Sá, elogiou a ampla participação da comunidade nos encontros. “A visita de um superintendente do Incra na comunidade para conhecer in loco a situação dos assentados representa o empenho do órgão em concluir os processos, emitir os títulos e entregar aos produtores rurais”, ressaltou.

Leandro reforçou a necessidade de os assentados comparecerem à unidade do Incra para atualizar os cadastros na base de dados do órgão. Ele explicou também como deve proceder as associações dos Projetos de Assentamentos que ainda estão pendentes com documentação exigidas pelo órgão federal para emissão de títulos.

Ainda conforme Leandro, a associação deve informar ao Incra que vai realizar medição e demarcação do perímetro do projeto de assentamento e dos lotes dos assentados. Após isso, apresentar ata de reunião da associação indicando o nome da empresa técnica escolhida em assembleia da entidade para realizar o georreferenciamento dos lotes e da área. O chefe da unidade alertou aos produtores para pesquisar se a empresa a ser contratada estar credenciada na base de dados do Incra.

MUNICÍPIO

Para o prefeito de São Geraldo, Edilson Carvalho, a entrega dos títulos definitivos aos agricultores representa mais uma oportunidade de crescimento econômico do agronegócio no município. “Enquanto gestor, sou um dos parceiros empenhados para que o Incra entregue título para todos os agricultores do município que ainda não receberam seu documento. Entendo que o título definitivo do lote nas mãos do produtor rural abre portas dos bancos e, consequentemente, gera mais oportunidades para aquecer a economia do município” ressaltou.

DEPUTADO

Convidado por Leandro de Sá para participar das reuniões, o deputado estadual João Chamon avaliou os dois encontros como positivos e proveitosos. Ao CORREIO, ele disse que é uma importante oportunidade de um parlamentar acompanhar de perto a realidade do homem do campo, bem como conhecer as condições das estradas e pontes que dão acesso a alguns projetos de assentamentos de São Geraldo do Araguaia.

“Enquanto deputado estadual estou acompanhando de perto o andamento de todo o processo que envolve a titulação dos lotes desses projetos de assentamento. Minha participação nessas reuniões tem objetivo de dar minha contribuição para que os produtores rurais possam ter a garantia do título de sua propriedade e assim obter melhores linhas de créditos, e com isso estimular ainda mais o desenvolvimento econômico e social de nossa região”, enfatizou.

O deputado oportunizou o momento para informar aos agricultores sobre sua atuação no parlamento paraense. “Ouvimos os trabalhadores, prestamos contas de nosso mandato e, com grande entusiasmo, presenciamos a grande ação do Instituto na retomada de centenas de processos de titulação fundiária na região. Na ocasião ainda pude rever grandes amigos, um momento muito especial. Com Deus no comando, sempre!”, escreveu Chamon em nas redes sociais. (Nilson Amaral-freelancer)

 

DEPNEUS
ROMANCE FAVORITA
PIZZARIA O SEGREDO DO CHEFF
RADIO CORREIO HORIZONTAL