Correio de Carajás

Assaltante da Seasp se apresenta, entrega despojo do roubo e é solto

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Tiago Pereira de Souza, de 21 anos, conhecido como “Tiago da 33”, se apresentou na 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil após o assalto realizado por ele e mais dois homens na manhã de terça-feira (22), na Secretaria Municipal de Assistência Social (Seasp). Na fuga, os assaltantes ainda fizeram refém um funcionário da Câmara Municipal de Marabá para fugirem em um veículo oficial.

Os homens chegaram à Seasp, na Travessa Ubá, no Bairro Agrópolis do Incra, por volta das 10 horas e assaltaram dezenas de pessoas, já que no local trabalham pelo menos 30 servidores, além dos usuários que estavam no órgão. Apontando as armas para as cabeças das vítimas, o trio passou por todas as salas recolhendo joias, dinheiro e aparelhos celulares, além de equipamentos eletrônicos, como notebooks e HDs.

Tiago se apresentou durante plantão do delegado Jailson Lucena, por volta das 15h30 do mesmo dia, e prestou depoimento confirmando a participação no crime. Conforme a autoridade policial, em entrevista realizado hoje (quarta), ele relatou que chegou à Seasp na garupa de um mototaxista, assim como os outros dois envolvidos utilizaram o mesmo tipo de transporte.

Leia mais:

“Segundo informou, eles portavam três armas, mas duas eram airsoft (armas de brinquedo), simulacros, e uma das armas era um revólver calibre 38. Eles chegaram lá em três mototáxis, entraram no órgão, fizeram as pessoas no local de vítimas e levaram vários pertences, celulares, joias, computadores”.

Ainda de acordo com o delegado, Tiago informou no depoimento como se deu a fuga. “Fizeram um motorista e o obrigaram a levá-los até a parada em frente a Faculdade Metropolitana, na Rodovia Transamazônica (BR-230), onde eles desceram no semáforo e foram a caminho do Shopping (Pátio Marabá). Lá, ele diz que pegaram três mototáxis novamente e seguiram para a Folha 6”.

A história rapidamente repercutiu por Marabá e, após isso, explica o delegado, Tiago teria entrado em contato com o pai por telefone e informado que havia participado do assalto. “Ele contou a história, se encontrou com o pai e este o convenceu a se apresentar de forma espontânea na delegacia”.

Por ter se apresentado, Tiago apenas prestou depoimento e em seguida foi liberado, explica o responsável pelo caso. “Como se tratou de apresentação espontânea não pode ser feita a prisão em flagrante. Ele vai responder ao processo em liberdade”.

Tiago informou à Polícia Civil, ainda, o nome de outro envolvido. O terceiro assaltante ele afirma não saber quem é.

“Ele declinou o nome de uma das pessoas que a gente vai investigar e o terceiro elemento ele não conhecia. Os dois continuam foragidos. Ontem, a PM fez várias incursões na tentativa de capturar a dupla, mas não conseguiu”, finalizou o delegado.

Conforme Tiago, um dos participantes do crime foi um indivíduo conhecido como “Beethoven”.

Ainda na delegacia, Tiago informou que na divisão dos produtos do roubo, ficou com quatro aparelhos celulares, quatro cordões, três anéis e um relógio. Os demais ficaram com oito celulares e dois notebooks. Defendeu que nenhuma pessoa foi agredida dentro da Seasp, mas ressaltou que uma mulher se sentiu mal. O CORREIO não teve acesso a Tiago para ouvir a versão dele para os fatos. (Luciana Marschall com informações de Josseli Carvalho)

 

Tiago Pereira de Souza, de 21 anos, conhecido como “Tiago da 33”, se apresentou na 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil após o assalto realizado por ele e mais dois homens na manhã de terça-feira (22), na Secretaria Municipal de Assistência Social (Seasp). Na fuga, os assaltantes ainda fizeram refém um funcionário da Câmara Municipal de Marabá para fugirem em um veículo oficial.

Os homens chegaram à Seasp, na Travessa Ubá, no Bairro Agrópolis do Incra, por volta das 10 horas e assaltaram dezenas de pessoas, já que no local trabalham pelo menos 30 servidores, além dos usuários que estavam no órgão. Apontando as armas para as cabeças das vítimas, o trio passou por todas as salas recolhendo joias, dinheiro e aparelhos celulares, além de equipamentos eletrônicos, como notebooks e HDs.

Tiago se apresentou durante plantão do delegado Jailson Lucena, por volta das 15h30 do mesmo dia, e prestou depoimento confirmando a participação no crime. Conforme a autoridade policial, em entrevista realizado hoje (quarta), ele relatou que chegou à Seasp na garupa de um mototaxista, assim como os outros dois envolvidos utilizaram o mesmo tipo de transporte.

“Segundo informou, eles portavam três armas, mas duas eram airsoft (armas de brinquedo), simulacros, e uma das armas era um revólver calibre 38. Eles chegaram lá em três mototáxis, entraram no órgão, fizeram as pessoas no local de vítimas e levaram vários pertences, celulares, joias, computadores”.

Ainda de acordo com o delegado, Tiago informou no depoimento como se deu a fuga. “Fizeram um motorista e o obrigaram a levá-los até a parada em frente a Faculdade Metropolitana, na Rodovia Transamazônica (BR-230), onde eles desceram no semáforo e foram a caminho do Shopping (Pátio Marabá). Lá, ele diz que pegaram três mototáxis novamente e seguiram para a Folha 6”.

A história rapidamente repercutiu por Marabá e, após isso, explica o delegado, Tiago teria entrado em contato com o pai por telefone e informado que havia participado do assalto. “Ele contou a história, se encontrou com o pai e este o convenceu a se apresentar de forma espontânea na delegacia”.

Por ter se apresentado, Tiago apenas prestou depoimento e em seguida foi liberado, explica o responsável pelo caso. “Como se tratou de apresentação espontânea não pode ser feita a prisão em flagrante. Ele vai responder ao processo em liberdade”.

Tiago informou à Polícia Civil, ainda, o nome de outro envolvido. O terceiro assaltante ele afirma não saber quem é.

“Ele declinou o nome de uma das pessoas que a gente vai investigar e o terceiro elemento ele não conhecia. Os dois continuam foragidos. Ontem, a PM fez várias incursões na tentativa de capturar a dupla, mas não conseguiu”, finalizou o delegado.

Conforme Tiago, um dos participantes do crime foi um indivíduo conhecido como “Beethoven”.

Ainda na delegacia, Tiago informou que na divisão dos produtos do roubo, ficou com quatro aparelhos celulares, quatro cordões, três anéis e um relógio. Os demais ficaram com oito celulares e dois notebooks. Defendeu que nenhuma pessoa foi agredida dentro da Seasp, mas ressaltou que uma mulher se sentiu mal. O CORREIO não teve acesso a Tiago para ouvir a versão dele para os fatos. (Luciana Marschall com informações de Josseli Carvalho)

 

Comentários

Mais

Caso Henry: as agressões, segundo a babá

Caso Henry: as agressões, segundo a babá

O novo depoimento de Thayná Ferreira, babá de Henry Borel, sobre supostas agressões de Dr. Jairinho contra o menino, trouxe mais detalhes da…
Homem agride e deixa hematoma na perna da companheira

Homem agride e deixa hematoma na perna da companheira

Mais um caso de violência doméstica foi registrado em Marabá. Na noite desta terça-feira (13), um homem agrediu sua companheira,…
Mulher que matou o marido já está solta

Mulher que matou o marido já está solta

Acredite: Greice Quele Leal dos Santos (27 anos), presa em flagrante pelo assassinato do companheiro dela, Alex Vilarins de Sousa…
Casal morre em acidente de trânsito na Transamazônica

Casal morre em acidente de trânsito na Transamazônica

Um casal morreu em trágico acidente de trânsito na Rodovia BR-230 (Transamazônica) na tarde de domingo (11). As vítimas foram…
Polícia Civil apreende mais de R$ 1 milhão em espécie durante operação contra o tráfico de drogas no Pará

Polícia Civil apreende mais de R$ 1 milhão em espécie durante operação contra o tráfico de drogas no Pará

A Polícia Civil realizou na manhã desta terça-feira (13), a operação ‘Farinha’ que investiga crimes de associação ao tráfico, milícia…
Embriagado, guarda municipal atira em via pública

Embriagado, guarda municipal atira em via pública

Um agente da Guarda Municipal foi preso acusado de estar atirando em via pública, enquanto embriagado e fora de serviço…