Correio de Carajás

APAMA vai fazer manifestação cobrando implantação de CCZ em Parauapebas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Na última sexta-feira, dia 25, Parauapebas teve mais um caso confirmado de Leishmaniose visceral em um cão. Diante da gravidade da doença, que se alastra na cidade, a ONG APAMA, que cuida de animais abandonados, vai realizar amanhã, terça-feira (29), uma manifestação pacífica durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Parauapebas (CMP) cobrando dos vereadores empenho para que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que está com o projeto parado desde o governo passado, saia do papel.

Segundo a entidade, que faz o resgate e promove a adoção de animais sem lar, Parauapebas necessita com urgência de um CCZ para fazer o controle responsável da população de animais que hoje vivem nas ruas de Parauapebas e estão expostos a doenças, como a Leishmaniose, sem contar os riscos de provocarem acidentes, como aconteceu recentemente, quando uma caminhonete colidiu com um jumento, provocando a morte do animal na Rodovia PA-160, na área urbana da cidade.

A manifestação está marcada para as 9 horas e entidade está convocando a população a se juntar a causa, devido à gravidade de zoonoses como raiva e Leishmaniose. No caso da Leishmaniose, a APAMA reforça que não são os cachorros os transmissores da doença. “Os pobres animais não têm culpa e são apenas hospedeiros, assim como os seres humanos. A doença é transmitida pela picada do mosquito palha infectado”, esclarece a entidade.

Leia mais:

O cão diagnosticado com a doença segue internado em uma clínica parceira da ONG. (Tina Santos)

Na última sexta-feira, dia 25, Parauapebas teve mais um caso confirmado de Leishmaniose visceral em um cão. Diante da gravidade da doença, que se alastra na cidade, a ONG APAMA, que cuida de animais abandonados, vai realizar amanhã, terça-feira (29), uma manifestação pacífica durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Parauapebas (CMP) cobrando dos vereadores empenho para que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que está com o projeto parado desde o governo passado, saia do papel.

Segundo a entidade, que faz o resgate e promove a adoção de animais sem lar, Parauapebas necessita com urgência de um CCZ para fazer o controle responsável da população de animais que hoje vivem nas ruas de Parauapebas e estão expostos a doenças, como a Leishmaniose, sem contar os riscos de provocarem acidentes, como aconteceu recentemente, quando uma caminhonete colidiu com um jumento, provocando a morte do animal na Rodovia PA-160, na área urbana da cidade.

A manifestação está marcada para as 9 horas e entidade está convocando a população a se juntar a causa, devido à gravidade de zoonoses como raiva e Leishmaniose. No caso da Leishmaniose, a APAMA reforça que não são os cachorros os transmissores da doença. “Os pobres animais não têm culpa e são apenas hospedeiros, assim como os seres humanos. A doença é transmitida pela picada do mosquito palha infectado”, esclarece a entidade.

O cão diagnosticado com a doença segue internado em uma clínica parceira da ONG. (Tina Santos)

Comentários

Mais

Indígenas usam tecnologias para manter língua e cultura vivas

Indígenas usam tecnologias para manter língua e cultura vivas

O xokleng é uma língua falada apenas por uma comunidade indígena no Vale do Alto Itajaí, na região central de…
Divisa interdita empresa que envasava oxigênio de forma irregular em Marabá

Divisa interdita empresa que envasava oxigênio de forma irregular em Marabá

A Divisa (Divisão de Vigilância Sanitária) de Marabá recebeu denúncia anônima de suposto envasamento inapropriado de gás oxigênio para fins…
Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Em isolamento social, as pessoas tendem a sentir falta de sair e do contato com a natureza, por isso, ter…
Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

O mundo chegou neste sábado (17) à triste marca de 3 milhões de mortes causadas pela Covid-19, em meio à…
Pará gera mais de 3 mil postos formais de trabalho no setor de serviços

Pará gera mais de 3 mil postos formais de trabalho no setor de serviços

“Eu atuo no ramo de eventos, sou segurança, e em meio à pandemia o nosso trabalho parou. Atualmente, a banda…
Novo estudo descarta elo entre tipo sanguíneo e a incidência de Covid

Novo estudo descarta elo entre tipo sanguíneo e a incidência de Covid

Uma investigação feita com mais de 100 mil pessoas nos Estados Unidos demonstrou que não há relação entre o tipo sanguíneo…